Novidades da Aperam

Trabalho de pesquisadores da Poli-USP e do IPT recebe Prêmio Aperam

Melhor estudo oral sobre aço inox foi apresentado durante o International Corrosion Congress (ICC). Reconhecimento fomenta a pesquisa e incentiva cientistas ligados à cadeia do aço.

A 21ª edição do ICC – International Corrosion Congress, realizada no Brasil entre os dias 20 e 23 de julho, contou com uma atração à parte: o Prêmio Aperam Awards, concedido ao melhor artigo oral, relacionado ao aço inoxidável, apresentado durante o evento. O vencedor foi o trabalho intitulado “Influência da energia de soldagem na suscetibilidade à corrosão intergranular e por pite em junta de aço inoxidável Duplex UNS S32205”, que tem como autor principal Henrique Pereira, engenheiro metalurgista, especialista em engenharia de soldagem e mestre em engenharia metalúrgica e de materiais.

Pereira é doutorando na USP e entre 2016 e 2018 trabalhou no Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), com estudo de corrosão sob tensão de aços duplex e superduplex soldados, avaliando falhas e caracterização de materiais.

A Aperam South America foi representada no ICC pelos profissionais Adolfo Viana (5), Wilian Labiapari (1), Lucio Bailo (1) e Tiago Lima (1), com sete trabalhos voltados à cadeia de aços inoxidáveis. Os pesquisadores da Aperam compuseram a banca avaliadora que elegeu o trabalho de Pereira e de seu grupo como o vencedor.

De acordo com Roberto Guida, cerca de 50 trabalhos sobre aço inox foram selecionados pelo evento e destes, 10 foram classificados para a disputa do Aperam Awards. “O nível dos trabalhos foi excelente! Avaliamos pesquisas bem detalhadas e, tecnicamente, com temas muito relevantes ao mercado do aço inox”, aponta Guida.

Segundo ele, o diferencial do trabalho vencedor foi o aço escolhido e suas complexidades. “O duplex é um aço estratégico para os segmentos óleo e gás; e papel e celulose. Trata-se de um aço complexo, relativamente novo em termos de estudo. O trabalho apresentado por Henrique e seu grupo de estudo leva em conta a parte de soldagem. Esse fato foi primordial para destacar o trabalho, pois analisa a corrosão em cima da solda, em equipamentos críticos, que não podem registrar vazamento”, explica Guida.

O gerente executivo de desenvolvimento de mercado da Aperam destaca ainda que o estudo vencedor será agregado internamente. “Vamos explorar a pesquisa, atuando junto com os autores para evoluirmos e propormos uma nova solução ao mercado.”

O evento

Realizado entre os dias 20 e 23 de julho, o ICC – International Corrosion Congress reuniu pesquisadores, engenheiros, consultores, profissionais dos mais variados setores e estudantes de diversos países ligados ao mercado de corrosão, o que proporcionou um rico intercâmbio de conhecimento técnico e científico.

Foi um grande encontro da comunidade mundial de corrosão com seus maiores mestres. “O momento que vivemos hoje evidencia a relevância de fomentarmos um acontecimento como esse, no Brasil, reunindo especialistas renomados de diversas partes do mundo, visando encontrar soluções para contribuir com a recuperação que o setor industrial tanto necessita. Manter a integridade de ativos, minimizar custos operacionais e com manutenção, são preocupações extremamente relevantes do nosso dia a dia, tendo impacto direto no setor produtivo. Foi uma oportunidade para nos mantermos atualizados quanto às inovações e às tecnologias mais inovadoras de prevenção da corrosão, importantes para nossa atuação profissional”, destaca Tiago Lima, da Aperam.

Compartilhar:
Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin