Portal de Compras    •   Site Corporativo

Emissões atmosféricas e de particulados

Sustentabilidade Ambiental

Ainda mais do que as emissões atmosféricas, os particulados continuam a ser uma ponto chave de preocupação com as nossas partes interessadas e comunidades vizinhas. Não satisfeito com o simples cumprimento dos regulamentos locais, Aperam visa o melhor desempenho e estabeleceu um novo objectivo de redução de 20% para 2030 em comparação com a intensidade das emissões de 2018.

Acima e Além

Visto que as emissões atmosféricas, principalmente os particulados difusos, são tão importantes para as comunidades locais aonde trabalhamos, a Aperam se compromete à ir além do que é especificado pelas regulamentações atuais.

Recentemente, nós definimos um plano de ação com objetivos globais. Estas planos de amelhoração de emissões de particulados se concentra tanto na poeira contida, induzida ou recuperada (na Europa, a poeira recuperada é enviada à Recyco para reciclagem). No entanto, considerando o tamanho tanto do equipamento que usamos como das nossas operações, estas implementações levam tempo. E elas também requerem investimentos significantes – investimentos que estamos mais do que propensos à fazer. Na verdade, desde 2018, nós investimos 6 milhões de Euros em nossas plantas de Timóteo, Imphy et Isbergues.

A maioria de nossas usinas teem roteiros claros para a implementação do plano de melhoria para os proximos cinco anos. Estes roteiros levam em consideração a necessidade de atualisação, investimentos et aumentação de custos (manutenção, sacos de filtros, etc). Alem disto, nós estamos impelmentando mecanismos de monitoria mais frequente, para priorizar nossos planos de ação et garantir que nosso equipamento de despoeiramento tenha o desempenho especificado.

Alem disto, como nós ja alcançamos o objetivo anterior de 12% de redução (vs. 2015), em 2020 nós anunciamos um novo objetivo de 70% de redução de emissão de particulados induzidos até 2030 (comparados à 2015). Nós desejamos atingir este objetivo e ao mesmo tempo reduzir as emissões difusas (não induzidas).

Rumo à boa direção

As nossas emissões de poeira foram afectadas pelos calendários anormais de produção, incluindo vários lancamentos/paradas- das nossas instalações, causados pela pandemia de COVID-19, juntamente com questões envolvendo mecanismos de medição deslocados nas nossas instalações de Timoteo. Como resultado, a nossa emissão total de poeira indica uma deterioração de 7t e 4% de intensidade em 2020 vs. 2019, com um total de emissões de 299t.

Deve-se em mente que estes números são calculados utilizando uma metodologia exaustiva, que tem em conta todas as medições, mesmo aquelas efectuadas em condições de funcionamento anormais. Consideramos que este indicador exaustivo proporciona uma melhor avaliação do nosso impacto durante todo o ano do que o total baseado nas poucas medições que têm de ser comunicadas às autoridades de acordo com as nossas licenças – um valor que mostra um total de emissões “regulamentares” do Grupo de 274t (ou seja, 140g/t, em comparação com 166t no ano passado).

Independentemente do método utilizado, o nosso desempenho em 2020 supera o nosso objectivo inicial de 211g de emissões de particulados por tonelada de aço bruto produzido em 2020. Isto aconteceu apesar de uma deterioração da tendência dos últimos três anos – algo que tencionamos bloquear em 2021, a fim de retomarmos nosso progresso.

Embora a pequena regressão de 4% nas emissões “exaustivas” de poeiras seja insatisfatória, assistimos a melhorias positivas. Por exemplo, a nossa fábrica de Imphy registou uma melhoria de 24% ao longo de 2019 e uma diminuição de 58% a partir de 2015. São destaques como este que nos convencem de que caminhamos na direcção certa: continuando com o nosso roteiro, veremos melhores resultados em 2021 e mais além.