Novidades da Aperam

Endur, aço inoxidável de alta resistência da Aperam, chega à marca de 1.000 toneladas vendidas

Lançado em setembro de 2019, solução se posiciona como alternativa inovadora no mercado brasileiro em diversas aplicações, como em vagões de carga do modal ferroviário.

Desenvolvido a partir de discussões técnicas com clientes e prospects da Aperam South America, o ENDUR nasceu como uma resposta da companhia aos anseios de uma cadeia produtiva que procurava por uma solução de vida útil prolongada e que ainda pudesse apresentar redução de peso para aumento da capacidade de carga. Resistente à corrosão e abrasão, o produto é totalmente inédito a nível mundial e, em menos de dois anos, atinge o volume recorde de 1.000 toneladas comercializadas. Uma prova de que o investimento em Pesquisa e Desenvolvimento coloca a Aperam na vanguarda da inovação em seu segmento de mercado.

O ENDUR agrega a alta resistência mecânica dos aços AHSS (Advanced High Strength Steel) com a resistência à corrosão dos aços inoxidáveis. Esse aço inoxidável é indicado para aplicações que necessitam de alta resistência mecânica e resistência à abrasão, em ambientes agressivos e úmidos.

“É com extrema satisfação que entregamos ao mercado uma solução inédita e que vai ao encontro das expectativas de toda uma cadeia produtiva. Nossas equipes estiveram totalmente envolvidas em cada fase de desenvolvimento tendo como premissa, o atendimento à real necessidade dos diversos segmentos atendidos em nossa carteira de clientes”, destaca Roberto Bamenga Guida, gerente executivo de desenvolvimento e estratégia de mercado da Aperam South America. 

A redução do desgaste pelos processos abrasivos e corrosivos permite o aumento da vida útil projetada do equipamento, enquanto que seus altos valores de propriedades mecânicas possibilitam a redução de seu peso através da diminuição da espessura das chapas aplicadas.

“O ganho de eficiência para qualquer aplicação do ENDUR é singular. A redução do custo de manutenção – tendo em vista sua alta resistência –, se traduz em aumento significativo da segurança operacional e da vida útil dos componentes”, ressalta Roberto Guida. 

Mais informações em: https://brasil.aperam.com/endur/

Compartilhar:
Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin