Novidades da Aperam

Aperam amplia projeto de Recuperação de Respiradores e ajuda hospitais do Vale do Aço

Ação solidária começou em abril e já foram recuperados até o momento 17 respiradores de hospitais de Timóteo, Coronel Fabriciano e agora também Ipatinga

A Aperam, através do projeto Aperam Bem Maior, segue investindo na recuperação de respiradores que estavam obsoletos em importantes instituições de saúde do Vale do Aço.  A região enfrenta cenário desafiador, com alta demanda de pacientes em estado mais grave da Covid-19, e os equipamentos são essenciais para auxiliar as equipes médicas em sua missão de salvar vidas.

Iniciado em abril, o projeto de recuperação já recolheu mais de 20 respiradores em hospitais de Timóteo (Hospital e Maternidade Vital Brazil), Coronel Fabriciano (Hospital Dr. José Maria Morais) e, recentemente, em Ipatinga (Hospital Municipal de Ipatinga). Desse total, foram recuperados 17 equipamentos, a maioria deles já entregue de volta às instituições.

Para o Dr. Roberto Bastos da Silva, médico intensivista e coordenador de UTI’s do Hospital Dr. José Maria Morais, em Coronel Fabriciano, a prestatividade da Aperam para minimizar os impactos da pandemia na região do Vale do Aço vem sendo positiva para as instituições e população. “Trabalho nos três hospitais que direcionaram seus respiradores obsoletos ao projeto e pude ver como fez diferença. Como os equipamentos são mais antigos, não fornecem análises gráficas de evolução do paciente, como é o caso das máquinas mais modernas e que é muito importante no tratamento de pacientes com Covid-19. Dessa forma, optamos por usá-los na UTI regular (não Covid) e remanejar os outros equipamentos para os leitos direcionados ao vírus. Dessa forma, ganhamos novos leitos de Covid no hospital”, explica o médico. Morador da cidade de Timóteo, ele se diz feliz em ver a iniciativa da empresa estendida para a região e não só ao município onde a empresa mantém sua Usina. “Muito bom ver esse cuidado, essa vontade de fazer a diferença”, ressalta.

O Hospital Municipal de Ipatinga, que foi abraçado pelo projeto recentemente na tentativa de recuperação de quatro equipamentos, também já colhe os bons frutos do projeto. De acordo com Ana Paula Leris, coordenadora de compras e do setor de segurança do paciente, a ajuda veio em ótima hora. “Dois dos respiradores já foram devolvidos pela Aperam e estão funcionando no Hospital, e os demais devem ser entregues em breve, após a compra das peças identificadas pela equipe de manutenção. Chegamos a buscar outros meios para realização deste trabalho, mas não houve sucesso e nem a mesma dedicação que vimos agora. Quando soubemos do projeto da Aperam, achamos que valia uma tentativa extra e ficamos felizes que tenha sido bem sucedida”, conta Ana Paula. A agilidade e a atenção dada aos equipamentos surpreenderam a profissional.  “Em uma semana já estávamos recebendo os equipamentos. Com o aumento do número de casos e internações, foi muito importante essa agilidade da equipe da Aperam”, conclui.

Novos leitos de UTI em Timóteo

O Hospital e Maternidade Vital Brazil, em Timóteo, foi o primeiro a ser beneficiado com o projeto, enviando oito respiradores para a equipe da Aperam. Parte desse montante já foi certificado e devolvido à unidade, que vem usando os equipamentos junto a pacientes da UTI regular do Hospital, enquanto o processo de viabilização de leitos de Covid-19 não é concluído. “É um cenário desafiador e a busca por novos aparelhos em meio à pandemia esbarra em questões de disponibilidade e custos. Entre o arsenal de respiradores disponíveis no hospital temos equipamentos mais modernos, que seriam destinados à UTI Neonatal que está inativa, e também esses que eram considerados descarte. Com o projeto, conseguimos deixar os equipamentos mais modernos livres para aproveitamento nos novos leitos de Covid-19, que em breve serão viabilizados pela própria Aperam e o poder público”, explica Dr. Rogério Silveira Machado, coordenador técnico de UTI do HMVB. 

Para o médico, esse projeto já trouxe um impacto positivo muito grande e essa ampliação para outras instituições é importante para toda a população do Vale do Aço. “O respirador tem papel central no suporte respiratório aos pacientes e para que mais pessoas vençam esse vírus”, ressalta. 

Sobre o Aperam Bem Maior

Criado pela Aperam, juntamente com a Fundação Aperam Acesita, o projeto atua em frentes distintas, contribuindo com a arrecadação de recursos para ajudar no atendimento das necessidades emergenciais da comunidade, ações voluntárias, geração e disponibilização de conteúdo cultural para o público e outras ações internas que motivem a solidariedade. Os esforços serão direcionados ao atendimento de instituições de saúde, sociais, e até mesmo de empregados da empresa e seus familiares. O objetivo é criar regionalmente uma corrente do bem, buscando formas para amenizar as dificuldades causadas pelo Coronavírus (Covid-19), estimulando internamente os empregados, assim como outros membros da comunidade, a contribuírem com aquilo que estiver ao alcance.

Compartilhar:
Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin