fbpx

Novidades da Aperam

Intercâmbio de Corais na Fundação Aperam Acesita

O teatro da Fundação Aperam Acesita foi palco no último fim de semana do primeiro Intercâmbio de Corais realizado pela instituição. Ao todo, 65 coralistas do Vale do Aço e de Pedro Leopoldo se reuniram com o objetivo de estimular, desenvolver e aprimorar a prática do canto coral. A programação do evento  iniciou no sábado (06) com a apresentação do Coral Infantojuvenil Aperam e Coral Infantus, de Pedro Leopoldo, e no domingo (7), foi promovida uma oficina que trabalhou com os crianças e adolescentes técnicas de expressão corporal e qualidade vocal do canto coral.

Exercícios para estimular a musculatura da laringe, consciência e expressão corporal foram alguns dos trabalhos desenvolvidos durante a oficina. “Vir para a cidade de Timóteo foi uma experiência muito válida para os coralistas. O trabalho desenvolvido pelos profissionais envolvidos com a oficina foi de grande valia para a turma,  uma oportunidade para os coralistas se conhecerem e aprenderem juntos. 

Durante a oficina também, foi trabalhado exercícios de fonoaudiologia, o que enriqueceu ainda mais a vivência entre os alunos”, destacou a maestrina Ilcemara Klen, que trouxe o coral infantojuvenil de Pedro Leopoldo. 

A adolescente Roberta Carvalho, de 16 anos, integrou esse grupo de Pedro Leopoldo, que representou a cidade mineira da região metropolitana de BH com o seu canto. Amante da música desde criança, Roberta viu no coral uma oportunidade de desenvolver novas habilidades musicais e agregar técnicas à sua paixão por se apresentar. “Desde 2017, participo do coral e vejo nas viagens que realizamos novas oportunidades de conhecer gente e lugares novos, mas também novas formas de trabalho. É um meio de agregar mais conhecimento ao que já aprendemos”, pontuou a coralista. 

De acordo com o presidente da Fundação Aperam Acesita, Venilson Vitorino, o encontro estimulou a integração dos alunos por meio da música, o que acaba motivando novos participantes. “Nossa finalidade com o canto coral é potencializar a formação musical de crianças e adolescentes, além de promover um ensino técnico, respeitando o ritmo de aprendizado de cada um, fortalecendo a reconstrução da cidadania, além do mais, a música é uma importante ferramenta de socialização cultural.”, conclui Venilson.

Recesso 

O coral entra em recesso agora, em julho, retornando com suas atividades em  agosto. Os interessados em ingressar no coral no próximo mês devem realizar sua inscrição pelo telefone 31 3849.7744. As aulas são gratuitas e os candidatos a uma vaga no coral serão submetidos a um teste de aptidão. Para o ingresso no grupo é necessário ter de 8 a 16 anos de idade.

Compartilhar:
Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin
Menu