Novidades da Aperam

Fundação Aperam Acesita é passarela para Fashion Revolution

27/04/2018

Na noite da última quarta-feira (25), a Fundação Aperam Acesita recebeu o desfile sustentável da Semana Fashion Revolution Vale do Aço. O evento integrou a agenda do movimento global que acontece em 92 países e tem como objetivo aumentar a conscientização sobre os impactos ambientais e sociais da cadeia da moda em todas as fases de produção até o consumo.

O movimento também visa mostrar ao mundo que a mudança é possível celebrando os envolvidos na criação de um futuro mais sustentável e exigindo transparência na indústria dos negócios. Foi a partir desse pensamento que dez artistas, utilizando peças jeans doadas pela comunidade e pela indústria, criaram peças a partir dessa matéria-prima, que é uma das principais vilãs da indústria da moda, sendo uma das mais poluentes.

Isadora Muniz, uma das estilistas voluntárias do movimento, costura há nove anos. Para ela, foi desafiador trabalhar com o jeans na confecção de biquínis para o desfile. “Trabalhar com jeans para moda praia foi um desafio que eu nunca imaginei. Tenho o hábito de trabalhar com tecidos maleáveis. Usar o jeans nessa produção foi uma nova experiência”.

Uma das abordagens do evento foi o upcycling, que é a prática de dar novas formas de reuso a itens que as pessoas julgam sem utilidade. A idéia é aproveitar algo sem valor comercial que seria descartado e transformá-lo em algo diferente. “Por meio desta iniciativa, queremos mostrar a transparência de toda cadeia produtiva na indústria da moda”, destaca a designer e advogada Patrícia Barbosa, representante do Fashion Revolution no Vale do Aço.

Segundo a coordenadora de projetos da Fundação, Kelly Soares, o Fashion Revolution está em sintonia com a missão da Fundação. “Para nós, foi uma grata oportunidade receber o desfile, que além de valorizar os talentos dos estilistas e designers da nossa região, o objetivo do evento vai de encontro à missão da Fundação que é promover o desenvolvimento integrado e sustentável das comunidades onde a Aperam atua”.

As peças mostradas no desfile foram criadas a partir de jeans doados pela comunidade e pela indústria
Compartilhar: