Novidades da Aperam

Cada centavo conta

Em 1967, quando as primeiras moedas de aço inox foram criadas, o dinheiro em circulação no Brasil era o Cruzeiro Novo. Naquele momento, somente as unidades de um, dois e cinco centavos eram fabricadas com o material. Ao longo dos anos, o inox conquistou espaço no segmento até tornar-se o único produto utilizado para a fabricação das moedas de Cruzeiro Real (1993, a 1994) e da primeira família do Real (1994 a 1997).

O fornecimento da Aperam para o setor teve início na década de 1970 e ainda hoje o inox ferrítico 430 produzido pela Empresa está presente nas unidades de R$1,00 e R$0,50, feitas pela Casa da Moeda. “As quatro décadas de fornecimento para o setor atestam a qualidade do aço inox da Aperam, que também já passou a ser exportado com essa finalidade e está presente em moedas de outros países”, detalha Davi Guerra Nieto, analista de Negócios da Aperam.

Especiais

Desde 1994, o inox participa das edições comemorativas de moedas produzidas no Brasil. Uma das mais badaladas celebra os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. Além de opções de R$ 10, feitas de ouro, e de R$ 5, fabricadas em prata, moedas de R$ 1 foram produzidas em inox e aço revestido de bronze e vendidas por R$ 13 pelo Banco do Brasil. Para quem não adquiriu a sua, a má notícia é que a lembrança dos Jogos do Rio já está esgotada. Os colecionadores que não garantiram seu exemplar encontram ofertas por até R$ 100 na internet.

Acesse www.bcb.gov.br e saiba mais sobre a história das moedas no país.

Compartilhar:
Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin
Menu

Clique no botão de edição para alterar esse texto. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.