Revista Espaço

A vida imita a arte

Filme em 3D colabora para planejamento de grandes obras e preparação das equipes

A expressão “Eu já vi esse filme antes” ilustra bem os benefícios da aplicação da tecnologia 3D em grandes projetos de engenharia. A Aperam lançou mão desse recurso recentemente na substituição de peças do Stacker Reclaimer, na troca do vaso do convertedor MRP-L e nas obras de desmontagem e montagem de três linhas para a produção do aço elétrico de grão super orientado (Projeto HGO). A tecnologia 3D consiste na produção de um filme no qual todas as etapas do projeto são detalhadas e podem ser apresentadas antecipadamente para as equipes da obra.

Só ganhos

O conhecimento prévio de cada atividade resulta em diversos ganhos: as equipes de engenharia planejam com mais assertividade os projetos e as de segurança podem identificar os pontos de aten- ção, as necessidades de bloqueios e isolamentos, orientando os trabalhadores sobre os riscos e a prevenção. “A tecnologia 3D serve também como treinamento para as contratadas”, conta o gerente do projeto HGO Tarcísio Assis.

Outro ganho é a possibilidade de desenhar ferramentas exclusivas para auxiliar na desmontagem ou montagem de algum componente, facilitando o trabalho e minimizando riscos. “Com o filme, podemos diminuir o tempo total de obra, reduzindo custos, impactos e interferências. Algumas etapas podem consumir um terço do tempo inicialmente previsto”, destaca Tarcísio.

Longo caminho

 

O primeiro passo para se chegar ao filme 3D é empreender um trabalho árduo de busca de dados, informações e cálculos. Essa parte do trabalho é feita pelas equipes de engenharia, que buscam identificar a melhor maneira de executar cada atividade. A equipe da Aperam conta com o suporte tecnológico da RWS Engenharia, empresa responsável pela execu- ção dos projetos em 3D.

Tarcísio afirma que a dinâmica participativa faz com que todos se sintam mais comprometidos, seguros e confiantes no resultado. “Temos um planejamento de excelente qualidade tanto da parte civil, elétrica, mecânica e de segurança”, explica. O tempo de produção do filme varia de acordo com a complexidade do projeto. Para o projeto HGO, foram quatro meses de produção, por exemplo. “A tecnologia 3D é indicada para grandes obras e está em sintonia com a busca pela inovação, um de nossos valores”, conclui.GE DIGITAL CAMERA

Compartilhar: