Revista Espaço

Uma nova empresa

Aperam é a organização que passa a abrigar o segmento de inoxidáveis

1

O Conselho de Administração da ArcelorMittal deu mais um passo no processo de desmembramento do negócio inox (spinoff), iniciado em julho de 2010.

A aprovação oficial do processo pelos acionistas deverá ocorrer em Assembleia Geral marcada para 25 de janeiro. Um dos principais desdobramentos é a constituição de uma nova empresa, a Aperam. O nome é uma criação livre que evoca o termo abertura (do inglês “aperture”) e agrega as iniciais da ArcelorMittal – AM. A logomarca deverá ser lançada ainda no primeiro trimestre de 2011 e até lá as unidades do segmento de inoxidáveis, incluindo a ArcelorMittal Inox Brasil, manterão as atuais nomenclaturas.

Bernard Fontana, CEO da divisão de aços inoxidáveis da ArcelorMittal, comemorou a evolução do desmembramento, em carta distribuída a todos os empregados do segmento inox: “Este é o primeiro passo da Aperam como uma empresa líder independente de aços inoxidáveis e especiais. Estamos ansiosos por continuar a desenvolver nossas excelentes relações com clientes, fornecedores e empregados”, anunciou ele, lembrando que o spin-off é “sinal do reconhecimento e confiança na capacidade de nossas unidades de cuidar do futuro”.

Estrutura

A nova Empresa de aços inoxidáveis terá aproximadamente 9,8 mil empregados e conta com operações em mais de 30 países, concentrando sua rede industrial em seis plantas principais, localizadas no Brasil, Bélgica e França. Os negócios são divididos em três áreas: aços inoxidáveis e elétricos, serviços e soluções, ligados e especiais. A Empresa também mantém uma rede integrada de distribuição, processamento e serviços e uma capacidade única de produzir inoxidáveis e especiais, usando, no Brasil, biomassa de baixo custo, o carvão vegetal.

A Aperam foi constituída a partir de detalhada análise do perfil do mercado de aços inoxidáveis e elétricos e da necessidade premente de busca de geração de caixa. Nasce com o objetivo de aumentar seu lucro em US$ 250 milhões nos próximos dois anos, por meio de programas de reduções de custos e aumento de produtividade.

Valores

O segmento de aços inoxidáveis da ArcelorMittal sempre se notabilizou por buscar o desenvolvimento e o aprimoramento dos seus processos. Para isso, trabalha lado a lado com seus clientes para oferecer soluções cada vez mais rentáveis e serviços de qualidade. O nome Aperam é também uma forma de traduzir esses valores, reunindo, ao mesmo tempo, a herança e o histórico das realizações do segmento e o futuro que ele busca. “Aperam evoca excelência e uma orientação para o cliente e nos leva de volta às nossas origens”, explicou Fontana.

O Conselho de Administração da Aperam terá como presidente o CEO da ArcelorMittal, Lakshmi Mittal, o diretor financeiro, Aditya Mittal, e o integrante do GMB e responsável pela Responsabilidade Corporativa, Gonzalo Urquijo, e dois administradores independentes, Kathryn e David Matthews Burritt. Urquijo também presidirá o Comitê de Estratégia da Empresa.

Também já foram validadas as primeiras políticas da Empresa e aprovadas as linhas de conduta em saúde e segurança, ética, regras de funcionamento e de delegação. “Juntos transformaremos a atividade para fortalecer nossa posição e desenvolver os negócios. Com forte desempenho comercial e custos competitivos, esse projeto demonstra bem a ambição da Empresa e de suas equipes em liberar os recursos necessários para consolidar e expandir nossas plantas industriais”, conclui Fontana.


Novo comandante

2

Após quase três anos à frente da ArcelorMittal Inox Brasil, Paulo Magalhães deixou o cargo de presidente. Para sucedê-lo, o escolhido foi Clênio Guimarães, profissional de carreira com mais de três décadas de serviços prestados à companhia. Ele foi gerente geral de Aços Inoxidáveis, assessor da presidência da Sifco, gerente de Melhoria Contínua, gerente da Aciaria e, desde 2008, ocupava o cargo de diretor de Produção.

Clênio Guimarães continuará o trabalho que vinha desenvolvendo como integrante da direção da Empresa e que obteve muitas conquistas para a ArcelorMittal Inox Brasil. Entre elas, o desenvolvimento de aços elétricos de grão-orientado de alta permeabilidade e de aços duplex; o projeto de substituição do GLP pelo Gás Natural e do coque pelo carvão vegetal no Alto Forno II.

Para substituí-lo na diretoria de Produção, o escolhido foi Jaime Antônio Gasparini, que, desde dezembro de 2009, atuava como gerente geral de Aços Elétricos. Há mais de 20 anos na Empresa, Gasparini já passou pela gerência geral de Logística, gerência de Barras e Fundição e gerência de Produção de Barras Finas e Médias. Além disso, foi diretor-presidente da Sifco e participou do Programa de Desenvolvimento de Executivos.

Compartilhar: