Revista Espaço

Qualificação contínua

Ao completar 57 anos em 2010, o Programa Aprendiz de Ofício registrou número recorde de inscrições para a edição de 2011. No total, 1.005 jovens de 17 e 18 anos se inscreveram para participar dos cursos de Mecânica Geral e Eletroeletrônica, que procuram atender a uma demanda crescente por mão de obra operacional qualificada no Vale do Aço e criar oportunidades para jovens das comunidades onde a Empresa atua. São 54 vagas disponíveis. A nova turma começa suas atividades em fevereiro.

Utilizando a infraestrutura do Centro de Formação Profissional da ArcelorMittal Inox Brasil, que conta com laboratórios, material didático e corpo docente qualificado, os cursos englobam aulas teóricas de fevereiro a dezembro e, em seguida, seis meses de estágio na Usina, onde os alunos têm a oportunidade de adquirir experiência aplicando os conhecimentos na prática. Aspectos comportamentais, como postura no trabalho e comunicação, também são abordados nas aulas para completar a formação dos aprendizes. “Os números são significativos. Em 2009, 84% dos formandos foram aproveitados pela própria Empresa ou por prestadores de serviços”, informa Lucimar Aparecida dos Reis Gomes, analista de Recursos Humanos.

9

Estágio na Usina é uma das etapas do programa

Além de contribuir para a educação profissionalizante e a geração de renda na região, a iniciativa é importante para a sustentabilidade do negócio, garantindo a formação de profissionais para os quadros da Empresa. “O Programa é completo, pois qualifica a mão de obra local, prepara jovens para o mercado de trabalho e cria a possibilidade de reter esses talentos”, destaca Lucimar.

Compartilhar: