Revista Espaço

Engenho para embalar

Novo equipamento garante mais segurança e produtividade ao processo de embalagem de bobinas e tiras

6

Mais rapidez e segurança na embalagem de bobinas

A ArcelorMittal Inox Brasil pôs em atividade uma das suas mais novas aquisições: a máquina de embalagem automática de bobinas e tiras. O equipamento, de fabricação nacional, tem capacidade para processar cerca de 12 bobinas por hora, reduzindo de 15 para seis minutos o tempo de embalagem dos materiais e suprindo toda a demanda dos produtos inoxidáveis da Empresa.

A escolha do equipamento ideal foi feita por meio de pesquisa de mercado em 2009, quando uma equipe técnica visitou unidades do Grupo ArcelorMittal nos Estados Unidos. Durante a viagem, puderam conhecer o processo de envelopamento mecanizado e avaliar potenciais fornecedores da máquina. “Depois de aprendermos como eles fazem e de pesquisar seus fornecedores, encontramos uma alternativa muito mais atraente técnica e financeiramente aqui no Brasil”, explica Geovane Ângelo, assistente técnico de gestão da gerência de Acabamento e Serviços em Inox.

Ergonomia

Mais que o ganho em produtividade, a nova máquina também trouxe benefícios para o bem-estar dos empregados. “Com a embalagem manual, anteriormente usada, os operadores ficavam em uma posição ergonomicamente incorreta”, afirma Reginaldo Barbosa, pesquisador de inoxidáveis.

O novo método propicia melhor uniformidade às embalagens, uma vez que o processo não depende mais de cada operador. A maior precisão no uso dos insumos também permite a economia de embalagens. “Com a mecanização, usamos somente o necessário, evitando desperdícios ou faltas”, analisa Geovane.

A máquina de embalagem automática da ArcelorMittal Inox Brasil foi fabricada pelo fornecedor brasileiro VCI Brasil, que também atua nos Estados Unidos e Europa.

Compartilhar:
Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin
Menu

Clique no botão de edição para alterar esse texto. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.