Revista Espaço

No telhado, na oficina, no jardim…

Empregados mostram que a segurança pode estar presente em qualquer ocasião do dia a dia

A segurança no trabalho é importante para que as atividades profissionais transcorram tranquilamente, e muitos desses bons hábitos são levados para fora da ArcelorMittal Inox Brasil. Mesmo simples, alguns desses atos podem fazer a diferença e evitar situações indesejadas.

Operador de máquina de corte transversal em Caxias do Sul, Romalino Pereira Padilha é um exemplo de como a preocupação com a segurança no trabalho pode fazer parte do cotidiano. Ele contratou um pedreiro e dois ajudantes para reformarem sua residência, incluindo o telhado, que estava com algumas falhas. Quando chegou em casa para acompanhar o primeiro dia de trabalho dos operários, levou um susto. “Os três estavam no telhado, mas não usavam nenhum tipo de equipamento de segurança. E o pior, o pedreiro me disse que ele até tinha, mas não se lembrava de usar”, relata.

26

Atanael mantém uma oficina em casa e cuida de cada detalhe relacionado à segurança

Como sabia dos riscos, ele conversou com a equipe e disse a eles que só continuariam trabalhando em sua casa se adotassem as medidas de segurança necessárias. “Depois da nossa conversa, eles nunca mais deixaram de usar os equipamentos”, conta.

No dia a dia

Atanael Soares Campos, da gerência de Laminação a Frio de Aços Elétricos, também não se descuida. Em casa, ele possui uma pequena oficina onde realiza diversos tipos de trabalho. Na execução de qualquer atividade, usa luvas de PVC, máscara de solda, máscara contra pó, avental e calçado fechado. Nas marretas e martelos coloca pino para evitar que se soltem. As ferramentas estão sempre em bom estado de conservação. Sua oficina também prima pela organização. “Ponho os materiais em recipientes diferenciados por cor para evitar que eu me confunda. As ferramentas especiais e mais pesadas ficam separadas do restante”, esclarece.

27

Romalino ensinou aos pedreiros como reformar o telhado com segurança

28

Paulo Sérgio leva para fora da Usina as orientações de segurança

Para Paulo Sérgio Ribeiro, assistente técnico de Especificação na gerência de Metalurgia de Aços Inoxidáveis, a ArcelorMittal Inox Brasil é referência no assunto. Na Empresa há 23 anos, ele relata que, de tão condicionado a não se descuidar no trabalho, acaba transferindo essas atitudes para fora da Usina. Nunca deixa de observar as pessoas, seus costumes e de alertá-las quando se sente incomodado. “Sinto que posso fazer a diferença, incentivando as pessoas a tomarem atitudes seguras. É importante orientar o jardineiro que manuseia uma tesoura indevidamente, o pintor que insiste em usar uma escada inadequada, a mãe que carrega o filho no banco da frente do carro”, revela.

Compartilhar: