Revista Espaço

Orgulhosamente verde

Números comprovam o respeito e a preocupação da ArcelorMittal Inox Brasil com as questões ambientais14

Com o objetivo de garantir que as operações da Empresa caminhem sempre de maneira a proporcionar uma relação harmoniosa entre homem e natureza, a ArcelorMittal Inox Brasil investe em ações de preservação, conscientização e desenvolvimento sustentável. “Mesmo tendo obtido grandes resultados nas ações realizadas em 2009, o trabalho para evoluir nosso desempenho continua. Buscamos a melhoria contínua, mesmo já atendendo à legislação e estando em conformidade com os órgãos ambientais”, afirma Odilon Machado, assessor de Meio Ambiente.

Dois grandes projetos que estão em andamento contribuirão significativamente para a redução de emissões de CO2 na atmosfera. É o caso da substituição do uso do coque pelo carvão vegetal no Alto-Forno 2, com previsão de implantação para 2011, e do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) por Gás Natural (GN) ainda este ano. “O carvão será produzido pela ArcelorMittal Bioenergia. Dessa forma, o ciclo de vida da floresta neutraliza as emissões”, explica Sebastião Morais Miranda, gerente de Controle Ambiental.

Quando o assunto é energia, vários projetos contribuíram para a redução do consumo, como a instalação de compressor de ar mais moderno e a melhoria no controle do aquecimento de panelas da Aciaria. No último ano, ArcelorMittal Inox Brasil economizou 91,7 mil gigajoules de energia, o suficiente para abastecer 7,6 mil residências durante um ano.

A conservação da água – uma das grandes preocupações atuais – também é levada a sério na Empresa. Os investimentos em tecnologias de tratamento e racionalização de consumo são aplicados como forma de contribuir para a preservação desse recurso. Tanto que 95% da água empregada no processo produtivo é recirculada na Usina. Com outorga do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam), a Empresa capta água do rio Piracicaba. A análise e o monitoramento de 18 parâmetros garantem que os efluentes retornem ao rio com condições excelentes de qualidade. “Seguramente devolvemos para a natureza um recurso hídrico mais limpo do que o captado para nossas operações”, garante Glautiere Gomes, assistente técnico de Meio Ambiente.

Resíduos

Os recordes de redução de disposição de resíduos no pátio, conquistados em 2009, já estão sendo superados. O índice vem registrando sucessivas quedas, graças ao trabalho desenvolvido pela área de Meio Ambiente. Para cada tonelada de aço produzido, são gerados 720 quilos de resíduos – sendo a maioria reciclada, reutilizada ou comercializada. “No último ano, reduzimos a disposição de resíduos de 159 quilos por tonelada de aço produzido para 84. Este ano, a média se mantém em 63 quilos”, relata Odilon.

Para diminuir ainda mais esse número, a Empresa estuda a instalação do processo de minissinterização na Usina, o que possibilitará atingir a meta de disposição máxima de 50 quilos por tonelada de aço produzido. Isso significa transformar os resíduos em forma de lama ou pó que possuem teor metálico em carga para os Alto-Fornos, após um procedimento de aglomeração a quente. “Temos quebrado muitos paradigmas nesse processo”, conta Glautiere.

Indo além

O comprometimento com as gerações futuras extrapola os limites da Empresa. Por meio da Fundação ArcelorMittal Acesita, programas ambientais beneficiam a comunidade, escolas e associações. No Centro de Educação Ambiental – Oikós, as atividades do ano começaram em abril. Visitas escolares monitoradas ajudam a ampliar os conhecimentos sobre ecologia e preservação ambiental dos alunos. O programa de Educação Ambiental ainda contempla, esse ano, o lançamento da cartilha Horta AgroecológicaProjeto Agroecologia: A vida brotando da terra (leia mais na página 17). Para julho, também está prevista a 19ª edição do Brincando, Fazendo e Aprendendo no Oikós – que proporciona à comunidade diversas atividades voltadas para a conscientização ambiental. Preservação Desde o início do Programa de Gestão de Áreas Verdes, já foram plantadas mais de 70 mil mudas de plantas nativas nas áreas da Empresa em Timóteo. Outras 12 mil foram distribuídas à comunidade. A proteção e o cuidado dessas áreas verdes contemplam o combate a formigas, roçada, coroamento de mudas, adubação, cercamento das áreas, construção de aceiros e manutenção constante desses locais.

O Plano de Combate a Incêndios Florestais de Timóteo também vem obtendo excelentes resultados, com redução significativa de áreas queimadas. De acordo com Venilson Araújo Vitorino, diretor Administrativo da Fundação ArcelorMitttal Acesita, em 2007, 350 hectares foram queimados; em 2008, foram 100 hectares e, em 2009, 57 hectares – redução de 83,4% em três anos. “Essa conquista é graças à vigilância contínua da Empresa e a ações junto com os nossos parceiros, como a Rede de Vizinhança”, diz. A atualização 2010 do plano, junto aos parceiros e comunidade, aconteceu no mês de junho.


Semana nota 10

15

Cerca de 300 pessoas participaram da prova de Trekking

Em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado em 5 de junho, a ArcelorMittal Inox Brasil, juntamente com parceiros, promoveu atividades envolvendo a comunidades, escolas e empregados entre os dias 30 de maio e 13 de junho. No Oikós, a prova do Circuito Vale do Aço de Mountain Bike e a já tradicional Prova de Trekking da Empresa reuniram mais de 500 pessoas. Um evento deu início às atividades de recuperação de uma área na região do bairro João XXIII. Alunos da Escola Estadual Leôncio de Araújo, representantes da Associação do Bairro e empregados plantaram mudas no local.

Internamente, uma blitz ecológica distribuiu cerca de 3.500 mudas de Mata Atlântica para os empregados. Os procedimentos para plantio vieram acompanhados de informações sobre como o gesto pode reduzir significativamente a emissão de CO2 na atmosfera. Uma edição especial do boletim interno Conexão abordou o tema Meio Ambiente. “Buscamos maior interação com os empregados, para que todos percebam o quanto a Empresa está preocupada e age em prol das questões ambientais”, frisa Glautiere Gomes, assistente técnico de Meio Ambiente.

Arte retrata o lixo

16

A distribuição e plantio de mudas fez parte da ações da semana do Meio Ambiente

Como parte das celebrações, a Fundação ArcelorMittal Acesita realiza, desde o dia 10 de junho, a Exposição BH Humor. Cartuns e caricaturas cômicas retratam a questão do lixo em diversas abordagens, mostrando a função social e cultural desse tipo de arte. O material foi apresentado pela primeira vez no 1º Salão Internacional de Humor Gráfico de Belo Horizonte. Em Timóteo, a mostra conta com 200 obras e pode ser visitada até o dia 31 de julho no Centro Cultural da Fundação.

Compartilhar: