Revista Espaço

Mais brilho à Casa Cor

Espaço Loft Sustentável representa a beleza e versatilidade do aço inox

5

Versatilidade do aço inox permitiu a construção de espaços e peças arrojadas e futuristas

Maior evento de arquitetura e decoração das Américas, a já tradicional Casa Cor abriu suas portas em maio, em São Paulo. A sustentabilidade inspirou a construção dos 120 ambientes que compõem a 24ª edição do evento. Produto totalmente reciclável, o aço inox da ArcelorMittal Inox Brasil foi destaque no espaço projetado pela arquiteta Fernanda Marques.

Chamado de “Loft Sustentável”, o ambiente foi um dos mais visitados do evento. No projeto, ela optou pela utilização de materiais duráveis como o aço inox, que garante performance e durabilidade na arquitetura de interiores e oferece diferentes aplicações em exteriores.

A variedade de aplicações do inox pôde ser conferida em estantes para livros, adega, iluminação, armários e revestimento de uma marquise sinuosa. Os desenhos futuristas, destaques do projeto, só foram possíveis graças à versatilidade do material fornecido pela ArcelorMittal Inox Brasil e transformado pela Mekal – importante cliente da Empresa, que fabrica pias, cubas e tampos em aço inox.

A participação da Empresa no evento faz parte do Projeto Visibilidade ao Inox, que tem o objetivo de divulgar as diferentes aplicações do aço na Construção Civil e Arquitetura. “É a oportunidade de mostrar que o material é mais do que um produto industrial, e que também está relacionado à estética e à sustentabilidade”, enfatiza Nicolas Rodriguez, gerente geral de Negócios Aços Inoxidáveis.

Em São Paulo, a Casa Cor encerrou suas visitações em julho. Fernanda Marques recebeu o “Prêmio Casa Cor” de Projeto Mais Sustentável. O evento também será realizado em Belo Horizonte, entre os dias 24 de agosto e 5 de outubro.


Fernanda Marques: arquiteta de sucesso

Uma das mais renomadas arquitetas do país, Fernanda Marques é detentora de diversos prêmios. Em seu currículo estão projetos para personalidades como Pelé e Otávio Mesquita, além de trabalhos realizados nos Estados Unidos, Europa e África. Confira abaixo a entrevista concedida com exclusividade à revista Espaço.

– Por que escolher o inox para a montagem deste projeto?

O uso do inox veio da ideia de criarmos um contraponto ao uso de materiais mais rústicos. Buscar um equilíbrio entre o moderno e o “natural”.

– Como vê o futuro do inox na arquitetura?

O aço é um material que faz parte da história da arquitetura no último século. Na versão inox, tem sido protagonista de alguns dos mais interessantes projetos internacionais. Estamos apenas engatinhando neste sentido. Há muito o que se projetar e construir no Brasil com o material.

– Como funcionou a parceria com a ArcelorMittal Inox Brasil?

Foi perfeita. A Empresa ficou muito entusiasmada com a possibilidade de ver o inox em peças inusitadas, transformando objetos e elementos decorativos em verdadeiras esculturas que parecem pedras preciosas.

Compartilhar: