Revista Espaço

Aprendizado e inclusão

Primeira avaliação do projeto Acessibilidade confirma potencial dos alunos

16

Renato Silva já pratica todo o aprendizado desenvolvido no curso

Seis meses após o início do Programa de Aprendizagem Industrial para Pessoas com Deficiência da ArcelorMittal Inox Brasil, o desenvolvimento dos alunos surpreende a todos. Além da união e do espírito de equipe que prevalecem na turma, o conteúdo aprendido já começa a ampliar a visão e as oportunidades dos participantes do curso técnico de Manutenção Elétrica Industrial, por meio do projeto Acessibilidade. “A maioria já sabe fazer ligações elétricas simples, residenciais, e estou exercendo fora o que aprendi aqui”, comemora o aluno Renato Ferreira da Silva.

O curso prevê o desenvolvimento de habilidades básicas e específicas com treinamentos teóricos e práticos, com duração prevista de dois anos. Ao final de um semestre de trabalho, os resultados da primeira avaliação já evidenciam a evolução dos alunos.

A analista de Recursos Humanos Lucimar Aparecida dos Reis conta que os 12 participantes têm se mostrado motivados com a possibilidade de desenvolvimento profissional e que a distância – o curso é realizado no Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), em Ipatinga – não impede que sejam envolvidos nos programas e eventos institucionais. “Eles estão tão interessados, que três deles ingressaram no projeto Estudar para concluir o ensino médio. Além disso, procuramos informá-los sobre o que acontece dentro do Grupo ArcelorMittal, para que ampliem seus conhecimentos e se sintam parte integrante da Empresa”, revela.

“A maioria já sabe fazer ligações elétricas simples, residenciais, e estou exercendo fora o que aprendi aqui”

Renato Ferreira da Silva

Novidades a caminho

O projeto teve início em 2009 com o ingresso de 12 aprendizes de ofício. “Estamos pensando em reeditar esse processo, talvez com turmas de formações diferentes”, diz o coordenador da área de Saúde Ocupacional, Ricardo Galli. O intuito para 2010 é expandir e divulgar o projeto, tornando-o mais conhecido entre os empregados e a comunidade, para que a ArcelorMittal Inox Brasil consiga atrair e reter pessoas com deficiência entre seus profissionais.

Alinhado ao planejamento estratégico do Grupo, o programa promove a cidadania e a inclusão social das pessoas com deficiência por meio do acesso ao processo de formação e às oportunidades do mercado e da ArcelorMittal. O próximo desafio dos alunos é concluir o módulo de aprendizagem em manutenção elétrica industrial, que começou em março.

Compartilhar: