Revista Espaço

Coordenadas para o crescimento

Sistema GPS facilita a visualização dos indicadores de desempenho e clareia horizonte para correção de rotas

15

O usuário Ronald Ramos e a tela de acompanhamento dos indicadores: mais praticidade e dinamismo

Com a mesma precisão com que um receptor GPS (sistema de posicionamento global) fornece coordenadas de latitude, longitude e altitude, uma ferramenta de gestão implantada com sucesso nas gerências gerais de Aços Inoxidáveis e Elétricos é capaz de desenhar um panorama detalhado dos indicadores de desempenho e nortear a tomada de decisão. Batizado de Gestão de Performance Sustentável (GPS), o sistema vem sendo usado nos rituais de gestão da Logística desde março, após ter sido consagrado no projeto-piloto implantado na ArcelorMittal Inox Brasil. “Com o GPS podemos trabalhar nossos rituais diretamente no Portal GPS, o que torna nossas reuniões mais analíticas. O sistema proporciona uma visão rápida e abrangente dos indicadores, permitindo corrigir rumos e tomar decisões com mais agilidade”, conta Leonam Almeida, gerente geral de Aços Elétricos.

“Com o suporte da Melhoria Contínua, preenchemos lacunas, eliminamos redundâncias e ajustamos as funcionalidades do sistema às nossas necessidades. A utilização da ferramenta tornou os rituais de gestão mais objetivos e, com isso, gastamos menos tempo discutindo o passado e nos concentramos na solução de problemas”, avalia Marco Antônio Nunes de Carvalho, gerente geral de Aços Inoxidáveis. Ele destaca que a alimentação e o uso do sistema envolverão toda a Empresa, permitindo uma aproximação maior entre as áreas comercial e de produção.

16

Marco Antônio utiliza GPS em ritual de gestão da gerência geral de Aços Inoxidáveis

“Simples, prático e dinâmico. O GPS facilita a análise dos indicadores, pois oferece uma visão quantitativa e qualitativa mais clara tanto para quem conduz quanto para quem assiste às apresentações”, observa o usuário Ronald Ramos, assistente técnico da Logística.

Em maio, o módulo de solução de problemas foi integrado ao sistema. A expectativa, segundo a assistente técnico da Melhoria Contínua, Rachel Figueiredo de Souza, é de que a migração do antigo cadastro Doc Action para o GPS imprima mais agilidade e disciplina ao acompanhamento dos planos de ação. “De nada adianta planejar bem se a execução é falha. O GPS integra os dados e informa o estágio de cada ação relacionada aos indicadores avaliados semanalmente, fortalecendo a gestão”, explica Rachel.

Para todos os níveis

Márcia Baroni Cirino, assistente técnico da Melhoria Contínua, destaca que a implantação da ferramenta é um trabalho transversal, que conta com o suporte de pessoas-chave em cada gerência. “Hoje, contamos com esses colegas para testar, verificar se o sistema atende às suas necessidades e sugerir adequações. Em breve, esses profissionais serão multiplicadores de conhecimento sobre o GPS em suas áreas”, informa Márcia.

Compartilhar:
Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin
Menu

Clique no botão de edição para alterar esse texto. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.