Revista Espaço

Cópia autenticada

Projeto da Aciaria de Aços Elétricos da ArcelorMittal Timóteo conquista troféu Imitação no Challenge Inox 2009

15

Os integrantes do Mega, reconhecidos com o troféu Imitação

O trabalho ‘Otimização do tempo de regulagem dos eletrodos do Forno Panela’, desenvolvido pelo grupo de Círculo de Controle de Qualidade (CCQ) Mega, na Aciaria de Aços Elétricos, é um dos ganhadores do troféu Imitação do Stainless Challenge 2009. Desafio de melhoria contínua promovido pelo Setor Inox do Grupo ArcelorMittal, o Challenge 2009 reuniu nove grupos, de diferentes plantas.

“Todos os grupos participantes do Challenge são vencedores. Temos de destacar também que, dentre esses nove grupos, três são da ArcelorMittal Inox Brasil, uma conquista bastante expressiva”, falou o presidente Paulo Magalhães, durante o anúncio do resultado.

O diretor de Produção, Clênio Guimarães, também durante o evento de anúncio do resultado, ressaltou a visibilidade alcançada pelos projetos participantes, que são apresentados na Europa para os empregados de outras unidades. “Com certeza algumas das ideias criadas e desenvolvidas por nossas equipes serão imitadas ao longo do próximo ano. As ideias dos nossos colegas também podem ser, efetivamente, imitadas na nossa planta. Se estão participando do Challenge, é porque são boas”, ressaltou.

Foi a partir do conhecimento de uma prática de uma empresa não pertencente ao grupo ArcelorMittal que os componentes do Grupo de CCQ Mega decidiram investir tempo e criatividade para reduzir o tempo gasto para a regulagem dos eletrodos do forno panela. A regulagem dos eletrodos se faz necessária devido ao desgaste dos mesmos durante o processamento das corridas. Esse desgaste ocorre de forma irregular, havendo necessidade de regulagem dos eletrodos para garantir a continuidade operacional.

O projeto consiste na confecção de um dispositivo acoplado ao carro de transferência, que permite a regulagem dos três eletrodos simultaneamente. Até então, para a realização dessa atividade, era utilizada uma talha, que fazia a regulagem dos eletrodos individualmente. Além do ganho em segurança, o projeto permitiu uma maior satisfação dos empregados, devido à eliminação da exposição ao calor durante a realização da tarefa. “O grupo acreditou, imitou e aprimorou a ideia. Nosso trabalho tem o diferencial de ser simples e trazer resultados fantásticos”, ressalta João Domingos, gerente de Elaboração de Aços Elétricos.

“Antes da implantação do projeto, o tempo de regulagem de eletrodo era de 15 minutos, sendo que essa atividade era realizada três vezes ao dia. Com o projeto desenvolvido pelo grupo, o tempo de regulagem caiu para cinco minutos, o que significa que ganhamos 30 minutos diários de disponibilidade do forno panela. Se todo esse tempo fosse utilizado para produção, a usina teria um ganho de oportunidade de produzir 7,5 mil toneladas de aço carbono a mais por ano”, informa o supervisor técnico Gerson Batista Gratival, membro do grupo de CCQ Mega.

“Fiquei orgulhoso do nosso projeto, pela sua grandeza e pelo trabalho da equipe. Na premiação, levei minha esposa e expliquei a ela a contribuição que traria para a Empresa. Ela também ficou muito orgulhosa e feliz com minha confiança no projeto”, conta o operador Giorge Luiz Caldeira.

Bem representada

Excepcionalmente este ano, a categoria Imitação foi compartilhada por dois projetos e um representante da unidade de Isbergues, na França, também levou o prêmio. O grupo da unidade de Chatelet, na Bélgica, foi o grande vencedor na categoria principal desta edição do evento.

A Empresa foi representada também pelos projetos ‘Redução de estoques de cilindros 1º intermediário e set-up no Laminador de Bobinas nº1’, da Laminação a Frio de Inox, e ‘Melhoria da performance de produção e condições de trabalho no viveiro de mudas de eucalipto’, da ArcelorMittal Jequitinhonha, agora integrante da ArcelorMittal BioEnergia.

Compartilhar: