Revista Espaço

Vocação regional orienta educação

Fundação ArcelorMittal Acesita mobiliza parceiros para projeto de transferência e ampliação da unidade do Cefet em Timóteo

19

Prédio da antiga Escola de Metalurgia voltará a formar conhecimento em Timóteo

A construção histórica localizada à rua 19 de Novembro, no Centro de Timóteo, já foi ocupada pela Secretaria Municipal de Obras, pela Escola de Formação Profissional e pelo Colégio Técnico Industrial de Metalurgia, da então Acesita. Em breve, o prédio dará lugar a outra nobre iniciativa. Doada pela prefeitura em novembro de 2008, a edificação será totalmente recuperada para abrigar o Campus Timóteo do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet-MG). Em estreito contato com a diretoria da instituição, a Fundação ArcelorMittal Acesita participou da concepção do projeto e vem trabalhando na articulação de parcerias para viabilizá-lo.

Com área total de 23 mil metros quadrados, o novo Campus atenderá inicialmente a cerca de 540 alunos do Cefet que vivem em Timóteo e região. A fachada original e outros marcos arquitetônicos serão conservados. “Ter a ArcelorMittal Inox Brasil como avalista desse projeto é uma grande ajuda. A Empresa, que conta com a credibilidade e o respeito da comunidade, não poupa esforços para interceder em favor da educação em Timóteo”, ressalta Maurílio Alves, diretor do Campus.

20

Flávio dos Santos: “Nosso compromisso é consolidar as ações no menor prazo possível”

Além de permitir a futura expansão da unidade, com maior variedade de cursos e oferta de vagas, a transferência para uma área central, próxima à entrada da cidade, facilita o acesso e minimiza os custos de transporte para os alunos. A previsão é de que as obras sejam iniciadas no segundo semestre de 2009 e concluídas até o primeiro semestre de 2010, quando ocorrerá a mudança do Campus.

Mais cursos e vagas

Para cumprir os compromissos assumidos no Projeto de Lei que oficializou a doação do terreno, o Cefet aumentou o número de cursos técnicos de três para cinco; criou uma graduação e está elaborando o plano pedagógico de outra; e contratou mais 12 professores por meio de concurso público. “Temos hoje um corpo docente altamente qualificado, 100% com mestrado ou doutorado. Faremos um investimento significativo em infraestrutura e laboratórios, pois é nossa preocupação constante manter o elevado padrão de qualidade do ensino característico do Cefet”, promete Flávio Antônio dos Santos, diretor-geral do Cefet-MG.

A unidade de Timóteo oferece duas modalidades de cursos: Integrada, que reúne Ensino Médio e Técnico em Informática, Química e Edificações; e Pós-Médio, formação técnica em Mecânica e Metalurgia voltada para alunos que já concluíram o 2º Grau. Em fevereiro de 2009, teve início a primeira turma de graduação em Engenharia da Computação. O curso de tecnólogo em Normas e Qualidade Industrial será encerrado em 2010. Duas turmas do Curso Técnico de Metalurgia são compostas exclusivamente por empregados da ArcelorMittal Inox Brasil.

Segundo Flávio, os planos do Cefet para o Vale do Aço são compatibilizar a oferta de cursos com a demanda do mercado de trabalho e a vocação siderúrgica da região. “Somos gratos pelo apoio recebido dos parceiros locais. Nosso compromisso é consolidar as ações no menor prazo possível. Queremos ampliar a articulação com as empresas, desenvolvendo programas de estágio e projetos de pesquisa em conjunto, ajustando nossos cursos aos seus interesses e colaborando na formação de recursos humanos, por meio da requalificação e atualização dos empregados”, projeta.

Compartilhar: