Revista Espaço

Inox na memória

2

Arlindo Mungioli (à esq.), diretor-geral da Arco Editorial, e Luis Onaga, diretor Comercial da Arco Editorial, entregam prêmio a Arlena

Qual marca lhe vem à cabeça quando se fala em revestimentos metálicos? ArcelorMittal Inox Brasil foi uma das três mais lembradas pelos assinantes da revista Projeto Design e visitantes do portal de arquitetura Arcoweb que responderam a essa pergunta. Os vencedores são apresentados em ordem alfabética, sem considerar a classificação individual obtida. Pelo quinto ano consecutivo, a ArcelorMittal Inox Brasil recebeu o prêmio Top Marcas, que reconhece as empresas mais citadas em 21 categorias de produtos para arquitetura e interiores.

A edição 2009 do prêmio Top Marcas recebeu 3.655 votos, registrados por arquitetos, estudantes, designers e outros profissionais ligados ao setor. Os participantes citaram espontaneamente o primeiro nome que lhes ocorreu. Na categoria revestimentos metálicos, foram mencionadas 28 empresas. A premiação aponta as marcas de produtos mais fortemente registradas na memória.

“O reconhecimento é sinal de que os profissionais do segmento estão considerando o aço inoxidável nas especificações de seus projetos, resultado do trabalho que vem sendo executado junto a esse público”, constata Arlena Montesano, responsável pelo desenvolvimento de mercado da área de Arquitetura e Construção Civil da ArcelorMittal Inox Brasil.

A premiação do Top Marcas’09 ocorreu durante evento comemorativo dos 32 anos da revista Projeto Design, dia 12 de fevereiro, em São Paulo.


Solução brasileira com novas ligas

O aço inoxidável duplex UNS S32205, recentemente desenvolvido pela ArcelorMittal Inox Brasil, passou na prova. Em dezembro de 2008, a Schulz América Latina fez o primeiro fornecimento de amostras para teste na matriz da empresa, situada na Alemanha. Em março, a Schulz informou que o material foi plenamente aprovado por sua excelente performance, após análise química, tratamentos térmicos nas chapas e raios-x nas soldas. O aço duplex UNS S32205 (1.4462) está oficialmente homologado para fornecimento ao grupo alemão.

Especializada na fabricação de conexões tubulares em inox e ligas especiais para os setores de petróleo, gás natural, petroquímica, construção naval, siderurgia e outros, a Schulz foi uma das grandes incentivadoras do projeto de desenvolvimento do aço duplex pela ArcelorMittal Inox Brasil. Até então, a planta industrial da empresa, em Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro, importava esse material da Europa.

Adriano Lisboa, gerente Comercial, de Suprimentos e Logística da Schulz, afirma que o inox A347/347H, fornecido pela ArcelorMittal Inox Brasil, também já foi testado. “O primeiro lote do 347/347H foi homologado e entramos com pedidos para atender às demandas externa e do mercado local. Há uma tendência muito forte entre as indústrias petrolíferas para o consumo desse material. Estou certo de que conseguiremos obter uma cadeia produtiva 100% nacional”, aposta Adriano.

O próximo passo nesse sentido é iniciar os testes do aço inox 317L, também desenvolvido pela ArcelorMittal Inox Brasil. Adriano garante que, ao concretizar mais esse desafio, a cadeia de fornecimento da empresa será exclusivamente local. “A Schulz assume a missão de contribuir para o crescimento econômico do país e das localidades onde se encontram instaladas as suas unidades”, destaca Marcelo Bueno, presidente da Schulz no Brasil. “Com a cadeia de suprimento nacionalizada, nossa companhia ganha maior competitividade em escala mundial, conquista espaço no exterior e aumenta sua fatia de mercado, além de estimular a empregabilidade no Brasil. Agradeço a cooperação e parabenizo a equipe da ArcelorMittal Inox Brasil por mais essa vitória e comprovação de excelência e competência”, destaca Adriano.

Compartilhar: