Revista Espaço

Heróis em ação

Corpo de Bombeiros da ArcelorMittal Timóteo é referência no atendimento a emergências dentro e fora da Usina

10

Variados trajes e equipamentos para qualquer tipo de atendimento

No dia 11 de fevereiro, pouco depois das 17 horas, a K e K Lanches, estabelecimento comercial situado no bairro Bromélias, em Timóteo, foi tomada pelas chamas. Acionada pelo Corpo de Bombeiros de Coronel Fabriciano, a equipe da ArcelorMittal Inox Brasil atendeu prontamente ao chamado e apagou o fogo, causado por um defeito em um botijão de gás. Essa não foi uma situação atípica. “O Corpo de Bombeiros da ArcelorMittal Inox Brasil vem há anos colaborando com os militares em situações de emergência, como incêndios e acidentes de trânsito na área urbana e rodovias que cortam a região”, diz o supervisor do Corpo de Bombeiros, coronel Carlos Alberto Silva Aleixo.

Pelo profissionalismo e eficiência na atuação, a Empresa é reconhecida entre os moradores de Timóteo e recebe uma média de 15 chamadas por mês. Com uma equipe de 27 bombeiros, distribuída em turnos, a ArcelorMittal Inox Brasil dispõe de infraestrutura completa para os mais variados tipos de atendimento – um caminhão autobomba, dois autopipas, uma caminhonete e duas ambulâncias, sendo uma de resgate para atendimento externo.

11

O caminhão autobomba está sempre pronto para conter incêndios

O analista de Segurança Patrimonial Ronaldo Cândido de Oliveira observa que a prioridade é o trabalho dentro da área da Usina. De forma geral, as atividades são 90% de prevenção e 10% de contenção. “Sempre que saímos para atendimento externo, uma equipe continua aqui de prontidão. Nossa maior preocupação é com a prevenção”, afirma.

A inspeção de equipamentos fixos e móveis de combate a incêndios e dos 403 hidrantes espalhados pela Usina; a participação nas simulações feitas pelos empregados nas áreas; o acompanhamento e segurança das atividades de alto risco; o treinamento dos mil brigadistas da ArcelorMittal Timóteo e curso básico de combate a incêndios para prestadores de serviços são exemplos de tarefas executadas pelo Corpo de Bombeiros, que trabalha em contato direto com a equipe médica da gerência de Saúde e Segurança.

Versatilidade

Os bombeiros são treinados para atuar nas mais diversas situações de risco, como ambiente confinado, dentro d’água, em altura, com eletricidade, exposição a produtos químicos e concentração de gases, resgate e incêndios. “O que supera o medo é o conhecimento”, afirma o bombeiro José da Conceição Ribeiro Filho.

Segundo Ronaldo, cada pessoa tem o perfil adequado para um tipo de atividade, mas algumas qualidades são imprescindíveis ao bombeiro, como autocontrole, tranquilidade, confiança e, acima de tudo, vontade de ajudar. Ele cita o exemplo de Donizete Lopes Gusmão, que era vigilante na Empresa e sempre pedia para participar da seleção quando surgiam vagas no Corpo de Bombeiros. Há nove anos, o ex-vigilante conseguiu realizar seu sonho. “Não tem monotonia. É um trabalho dinâmico e emocionante”, diz Donizete.

Cerca de 90% das chamadas externas são para atender acidentes envolvendo motocliclistas. Ex-vigilante e bombeiro há cinco anos, Geuson Domingos Cao já socorreu um amigo nessa situação. “Reconheci a vítima quando chegamos ao local do acidente, no bairro Primavera. Nossa primeira impressão era de que o rapaz teria de amputar a perna. Felizmente, isso não foi necessário e ele acaba de retirar o aparelho que usou durante um ano e meio. Sua mãe sempre me agradece quando nos vemos”, conta Geuson.


Direto da fonte

12

Edna ajuda Josué, enquanto Vagner lê periódico na biblioteca da ArcelorMittal Timóteo

Localizada no prédio do Centro de Documentação e Metrologia, a biblioteca da ArcelorMittal Timóteo guarda um verdadeiro tesouro. Mais de 70 mil títulos de caráter técnico, entre livros, artigos, relatórios, normas, vídeos e periódicos, estão disponíveis para consulta e empréstimo. Criada há mais de 30 anos, a biblioteca oferece suporte às atividades profissionais e acadêmicas dos empregados, estimulando a formação do conhecimento e o desenvolvimento tecnológico na ArcelorMittal Inox Brasil. Em 2008, foram 1.704 empréstimos.

Josué Alceu de Abreu, assistente técnico da Engenharia de Manutenção, está cursando mestrado na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e geralmente encontra o que procura. “Sou um dos campeões de empréstimo. Busco o aprendizado para corresponder às expectativas no trabalho e evoluir profissionalmente. Os livros e periódicos da biblioteca são muito úteis para solucionar os problemas que enfrento no trabalho, em que os desafios têm alto nível de complexidade”, afirma Josué.

Há sete anos, a analista do Centro de Pesquisa Edna Leite Silva cuida da organização da biblioteca. Ela explica que é possível consultar o acervo e a disponibilidade dos títulos e reservá-los pela Intranet, no caderno da biblioteca. O material é enviado para outras unidades da Empresa via malote. Versões digitais de artigos, relatórios e normas também podem ser consultadas. “Se não encontrar o que procura, o empregado pode solicitar a aquisição do material. Outros serviços gerenciados pela biblioteca são os de tradução e intérprete”, informa Edna.

Vagner Ferreira de Oliveira, assistente técnico da área de Eficiência Energética e também mestrando da UFMG, recomenda aos colegas aproveitar o acervo e as facilidades do serviço. “O atendimento e o espaço são muito bons. Contamos com a ajuda do pessoal da biblioteca, inclusive, para pesquisar e adquirir publicações em outras línguas ou difíceis de encontrar”, comenta Vagner.

Acervo

  • 7.364 livros;
  • 8.398 relatórios técnicos;
  • 5.644 normas nacionais e internacionais;
  • 49.876 artigos técnico-científicos;
  • 1.504 traduções;
  • 1.532 vídeos/DVDs.
Compartilhar: