Revista Espaço

Cultura no picadeiro

Circo Imperial encanta crianças e adultos na abertura da 2ª Campanha de Popularização do Teatro & Dança de Timóteo

15

Família Braskuper preserva a tradição circense há quatro gerações

Malabaristas, mágicos, trapezistas, acrobatas, globo da morte e muita palhaçada divertiram as mais de duas mil pessoas que assistiram ao Circo Imperial, entre os dias 5 e 8 de março, na arena instalada no Bosque da Fundação ArcelorMittal Acesita. As atrações circenses abriram a 2ª Campanha de Popularização do Teatro & Dança de Timóteo, que se estendeu até o dia 29 de março.

O analista técnico Gilcélio Vidal Drumond, da Oficina Mecânica Central da ArcelorMittal Timóteo, levou a família para assistir ao espetáculo. “Meus filhos adoraram! Eu também gostei do Circo Imperial por vários motivos: primeiro por não ter animais, depois por ser composto por uma família circense que não deixa morrer essa tradição tão bonita e finalmente pela interatividade com o público. O trapézio, o globo da morte e o equilibrista foram as atrações que mais me chamaram a atenção”, conta Gilcélio.

16

Sempre que um circo passa por Timóteo, Gilcélio leva a família para conferir o espetáculo

Com ingressos a preços populares, além do circo, a programação da campanha contou com seis espetáculos adultos e três infantis. O público total foi de mais de 4,5 mil pessoas. O evento é organizado pelo Sindicato dos Produtores de Artes Cênicas de Minas Gerais (Sinparc-MG) e patrocinado pela ArcelorMittal Inox Brasil, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

Realizada em Belo Horizonte há 35 anos, a campanha já entrou no calendário cultural de Minas Gerais. O sucesso é comprovado pelo público crescente e pela adesão cada vez maior de cidades do interior, como informa Rômulo Duque, presidente do Sinparc-MG. “Este ano, nossa meta é ultrapassar o recorde de público de 2008, quando mais de 320 mil pessoas foram ao teatro em Belo Horizonte, Contagem, Juiz de Fora, Ipatinga e Timóteo”, afirma Rômulo.

Arte feminina

Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, 8 de março, a Fundação ArcelorMittal Acesita promoveu mais uma vez a exposição Essas Mulheres. O Coro de Meninas apresentou-se na abertura da 13ª exposição coletiva, de 87 artistas do Vale do Aço, no dia 4 de março. Com trabalhos em desenho, pintura, escultura, objetos de inox e performances de atrizes regionais, a exposição permaneceu na galeria da Fundação até 1º de abril, com entrada franca.

Compartilhar: