Revista Espaço

O bê-á-bá do trânsito

Realizado há quase duas décadas pela Fundação Aperam Acesita e parceiros, projeto Transitolândia dá início às atividades de 2017

Quem passou recentemente pela pista de trânsito, em frente à 85ª CIA da Polícia Militar de Timóteo, já notou o movimen­to. Desde o dia 12 de junho, as crianças que frequentam o quarto ano do Ensino Fundamental das 19 escolas públicas e privadas de Timóteo, além das cinco escolas públicas dos municípios de Jaguaraçu e Marliéria, visitam o local como parte das atividades do programa Transitolândia. Organizada há quase duas décadas pela Fundação Aperam Acesita e parceiros,( A ação faz parte do Programa de Melhoria da Qualidade do Ensino nas Escolas de Timóteo e conta com a parceria da Sa­ritur, do Rotary Club de Acesita, da Superintendência Regional de Ensino de Coronel Fabriciano, da Prefeitura Municipal de Timóteo e da 85ª Companhia da Polícia Militar de Minas Gerais. ) a iniciativa já atendeu mais de 63 mil alunos da região. Somente este ano, cerca de 1,5 mil novas crianças devem ser beneficiadas.

Em 2017, visitas à pista da Transitolândia começaram em junho e seguem até setembro: cerca de 1,5 mil crianças serão beneficiadas neste período

O Transitolândia busca preparar as crianças para uma atua­ção mais responsável no trânsito, o que se reflete em melhor qualidade de vida para todos no município. “Atendemos alunos na faixa dos 9 e 10 anos, que é justamente a idade em que as crianças começam a vivenciar o trânsito com mais frequência, a andar de bicicleta. Consideramos um momento oportuno para abordarmos a locomoção com atenção e o uso dos equipamentos de segurança”, comenta Juliana Jácome, coordenadora de Projetos da Fundação Aperam Acesita.

O passo que marcou o início da edição 2017 ocorreu em maio, em uma reunião com os facilitadores do projeto e entrega das cartilhas que apoiam o aprendizado em sala de aula. O material aborda a educação no trânsito de for­ma abrangente, permitindo que o tema seja trabalhado por professores das mais variadas disciplinas. “A cartilha traz desde a história do automóvel, com um vasto con­teúdo para ser apresentado nas aulas de História, por exemplo, até jogos que podem ser aplicados nas aulas de Artes e Educação Física”, afirma Juliana.

A visita à Transitolândia é o momento de experimentar na prática os conteúdos abordados em sala de aula. “Por cerca de duas horas, cada turma vivencia na pista situa-ções cotidianas do trânsito, chamando a atenção para as sinalizações e questões de desrespeito que geram acidentes”, explica o Major da 85ª Companhia da Polícia Militar, Luiz Carlos Ribeiro Magalhães.

Além da oportunidade de andar de bicicleta em uma área devidamente sinalizada e receber orientações sobre itens como as faixas de pedestres, semáforos e placas de advertência, este ano os pequenos serão recebidos com uma novidade: a exibição de curtas-metragens para ins­pirar um bate-papo sobre meio ambiente e trânsito. Como parte da ação, as crianças produzirão painéis, retratando com arte o que aprenderam nas atividades.

As atividades se encerram em setembro, durante a Semana Nacional do Trânsito (entre os dias 18 e 25).

Compartilhar:
Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin
Menu

Clique no botão de edição para alterar esse texto. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.