Revista Espaço

Presença e reconhecimento

Aperam será representada no Conselho de Administração do Instituto dos Auditores Internos do Brasil

Isabel Santiago: ingresso como Conselheira do IIA Brasil trará ganhos como o crescimento do networking com profissionais da área e compartilhamento de boas práticas

Com formação em Administração e Ciências Contábeis e 25 anos de  xperiência na Aperam, Isabel Santiago é responsável pela Auditoria Interna do  rupo Aperam nas Américas. Desde janeiro, ela também ocupa o cargo de Conselheira de Administração do Instituto dos Auditores Internos do Brasil (IIA  rasil)(Fundado em 1960 e com sede em São Paulo (SP), o Instituto dos  uditores Internos do Brasil (IIA Brasil) é uma associação civil que presta serviços de formação, capacitação e certificação para os seus associados.  seus objetivos são promover e disseminar o papel do Auditor Interno nos setores público e privado, visando à qualificação profissional e ao intercâmbio de ideias e práticas de Auditoria Interna.) e preside o Comitê de Auditoria da instituição. A nomeação foi ratificada pelos auditores associados ao IIA, que a elegeram como a quarta conselheira mais bem votada para o mandato 2017-2018. “Foi uma surpresa e uma alegria, porque a votação é feita com base no currículo profissional e significa o reconhecimento pelo tempo de exercício da profissão em auditoria e gerenciamento de riscos”, explica.

Para Isabel, representar a Aperam no IIA Brasil, um dos cinco maiores institutos vinculados ao IIA Global, com sede nos Estados Unidos, é uma gr ande oportunidade. Entre os ganhos que identifica estão a possibilidade de networking com profissionais e gestores de auditoria de empresas do  aís inteiro, compartilhamento de boas práticas, reconhecimento do mercado e, principalmente, a experiência como Conselheira de Administração.

A auditora observa que o Brasil está passando por um momento importante para a valorização e disseminação de boas práticas e programas de compliance que possam assegurar condutas empresariais éticas. “A profissionalização dos Conselhos indica uma tendência e um direcionamento para o mercado”, acrescenta. Isabel é certificada como Conselheira Profissional – Fiscal e de Administração – pelo Instituto Brasileiro de  overnança Corporativa (IBGC).

PARTICIPAÇÃO ESTRATÉGICA

Com o objetivo de contribuir com o desenvolvimento local, a Fundação Aperam Acesita faz parte de oito conselhos em Timóteo, de diferentes setores e segmentos da sociedade

Não é de hoje que a Aperam marca presença em fóruns locais, nacionais e internacionais de diferentes setores e segmentos da sociedade. No vale do Aço, por exemplo, a Empresa participa da Agenda de Convergência, que é composta por mais de 40 instituições e possui como objetivo traçar estratégia e agenda comum para acelerar o desenvolvimento econômico e social da região. “A visão de futuro é ter, até 2025, o Vale do Aço  omo melhor lugar no Estado de Minas Gerais para se viver e produzir”, explica o presidente da Fundação Aperam Acesita, Venilson Vitorino. Fóruns regionais e locais têm grande relevância pois suas decisões impactam diretamente na vida da Empresa, dos empregados e da comunidade  m geral. A Aperam, por meio da Fundação Aperam Acesita, atua em oito Conselhos Municipais de Timóteo: Assistência Social, Criança e  dolescente, Idoso, Mulher, Educação, Cultura, Meio Ambiente e de Expansão, além de integrar o Conselho Intermunicipal de Segurança Pública.  Nosso objetivo é o fortalecimento de políticas públicas. Atuar nos Conselhos é colaborar diretamente com as decisões políticas do município que  nvolvem toda a população”, atesta a coordenadora de projetos da Fundação,Neide Morais.

A participação em entidades de classe, fóruns e instâncias de discussão também traz ganhos para a própria Empresa. “Quando algum profissional  a Aperam participa de reuniões de algum destes fóruns, consegue ter uma visão ampliada do assunto em discussão, seja com foco no produto,  rocesso ou mesmo em política pública. Ganhamos em rapidez na leitura dos cenários compartilhados, interpretação e análise dos ambientes apresentados em pauta, que podem balizar decisões importantes, no âmbito interno da Empresa”, afirma Venilson.

Compartilhar: