Revista Espaço

Mais agilidade, maior ganho

A instalação do medidor de espessuras e do controle de planicidade no LB1 geraram redução de tempo de preparação do equipamento e ganho de qualidade do material laminado

Filipe Silveira: desde a instalação do medidor de espessura e do Siflat, não houve perda de material ou parada do equipamento por problema de espessura

Dois equipamentos de origem alemã estão fazendo a diferença na rotina de produção do LB1. O medidor de espessuras e o Siflat foram instalados em 2016, durante as obras do projeto amplo que tornaram o laminador mais moderno e com alta tecnologia embarcada.

Um dos responsáveis pela instalação e manutenção dos equipamentos, o assistente técnico Filipe Silveira explica que dois dos principais ganhos do novo medidor de espessuras está na sua precisão e confiabilidade. Ele se utiliza de alta tecnologia de compensação da espessura pela composição química do material e ainda aumenta a confiabilidade da medição, em razão da autoverificação que é realizada nos intervalos de medição, atendendo com mais propriedade as especificações do produto.

O assistente técnico Ângelo Costa acrescenta que, por estar interligado indiretamente ao SIP, o equipamento utiliza as informações da composição química real do material para a compensação da espessura, comparando com os dados do cadastro base. “Se alguma relação muito discrepante é detectada entre as informações, ele não permite que o processo inicie, evitando que o material seja laminado fora da especificação do cliente”, esclarece.

Medidor de espessuras

A alta tecnologia de compensação da espessura pela composição química real do material garante maior precisão na medição, além da confiabilidade devido à sua autoverificação constante. A agilidade é outro diferencial.

Siflat Capaz de medir a planicidade e também controlar, o que assegura a qualidade da superfície do aço.

Sem parar

Filipe destaca que outro ganho importante relativo à produtividade do LB1 é o menor tempo de setup (preparação). Como não são necessárias as calibrações que o modelo antigo exigia, o ganho chega a 15 minutos por dia. “Depois da instalação do medidor de espessuras, não houve rejeito de material e não foi registrada qualquer parada do
laminador por problemas no medidor”, diz Filipe.

O Siflat, por sua vez, além de medir a planicidade do material, permite o seu controle, garantindo a qualidade superficial do material. “Cada material necessita de uma curva de planicidade diferente”, explica Filipe. “Conhecendo a planicidade da tira de ponto a ponto, podemos fazer com que o laminador acelere com velocidades ainda maiores”, destaca Ângelo.

Compartilhar: