Revista Espaço

Um presente para as gerações futuras

Aperam é destaque no Guia Exame de Sustentabilidade por suas práticas inovadoras de proteção ambiental e redução do consumo de água e energia

Há oito anos, sendo quatro deles consecutivos, a Aperam marca presença no Guia Exame de Sustentabilidade, uma das mais conceituadas publicações do país. A revista avalia anualmente o grau de compromisso das empresas brasileiras com a gestão e a preservação dos recursos naturais em seus processos produtivos. Em 2016, a Aperam foi destaque na categoria Mineração, Siderurgia e Metalurgia, ao evidenciar sua busca permanente em fazer mais com menos por respeito à natureza e às futuras gerações.

É possível manter a produção de aço consumindo menos água? É a pergunta que os profissionais da Aperam, sobretudo da área de Utilidades, fazem a si mesmos todos os dias. Para a Empresa, a crise hídrica dos últimos anos mostrou que, além de possível, é necessário repensar e otimizar processos com vistas à preservação.

Desde 2014, por exemplo, a Aperam redobrou esforços para reduzir o volume total de água captada no Rio Piracicaba. Os resultados são expressivos: no período, o consumo decresceu de 1980 m³/h para 1530 m³/h. Entre os projetos e iniciativas estão a troca das bombas/motores com inversor na Estação de Tratamento de Água (ETA), a reforma dos filtros de areia do lingotamento contínuo sistematizado, a instalação do dessuperaquecedor no VOD2 na Aciaria e a adequação da torre de refrigeração da central de ar 1.

Em outra iniciativa de sucesso, a Empresa reduziu o consumo de energia de seus dois fornos elétricos a arco, o que gerou ganhos de produtividade e sustentabilidade. Para 2017, o desafio é o reaproveitamento dos gases resultantes do processo de produção de gusa, nos altos-fornos, para aquecer as panelas na Aciaria 1 e 2. “Vamos continuar buscando a excelência em nossos processos para avançarmos na gestão de nossas práticas de sustentabilidade”, defendeu o presidente Frederico Ayres Lima.


  • Nos últimos 2 anos, a Aperam reduziu em 22% o volume total de água captada no Rio Piracicaba.
  • Os 450m3 de água por hora que deixaram de ser captados equivalem ao abastecimento mensal de 16.200 residências.
  • 95% da água captada é reutilizada.
  • A Empresa reduziu em 50kwh a energia gasta para processar cada tonelada de aço, o que daria para abastecer cerca de 3 mil residências em um mês.
  • A meta global é reduzir em 5% o consumo total de energia até 2020.
Compartilhar: