Revista Espaço

Bons motivos para celebrar e compartilhar

Após a conclusão exemplar do Plano Decenal dos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes, em Timóteo, Conselho Municipal recebe mais recursos da Fundação Itaú Social

Na última reunião de 2016, conselheiros comemoraram o sucesso do Plano Decenal e a aprovação de recursos para o projeto Educando para a Cidadania, no bairro Novo Tempo

O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) de Timóteo está entre os 31 do país selecionados para receber recursos da Fundação Itaú Social para projetos na área da educação integral. A partir de março, o programa “Educando para a Cidadania” será desenvolvido junto à comunidade do bairro Novo Tempo. A Fundação Aperam Acesita, uma das entidades que integram o CMDCA, foi indicada como a responsável pela execução.

A Coordenadora de projetos da Fundação Aperam Acesita, Neide Morais, explica que a região é apontada como prioritária, no Plano Decenal dos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes, em função de sua vulnerabilidade social. “Já mapeamos os ativos presentes na região, como escola, creche, posto de saúde, igreja e associações de bairros, entre outros. Vamos oferecer um conjunto de práticas socioeducacionais sistematizadas, capazes de contribuir para a formação da cidadania, a promoção da inclusão social e a redução dos índices de vulnerabilidade social”, comenta Neide, que também preside o CMDCA na cidade. “Assim, o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes da rede municipal de ensino do território Sudoeste será favorecido. É uma ação intersetorial, interdisciplinar e articulada com as políticas públicas, envolvendo saúde, educação, cultura e assistência social”, acrescenta Venilson Araújo Vitorino, presidente da Fundação Aperam Acesita.

O Plano Decenal

Elaborado pelo CMDCA de Timóteo, com recursos da Fundação Itaú Social, em 2015-2016, o Plano Decenal traça um diagnóstico da situação das crianças e adolescentes no município. O documento mereceu destaque do órgão financiador em razão de fatores como sua construção, metodologia, execução e consistência. “O Conselho Municipal revelou ser capaz de fazer uma ampla mobilização das organizações e agentes locais, imprimindo um caráter participativo ao processo de diagnóstico e planejamento que culminou na elaboração do Plano Decenal”, afirma Camila Feldberg, Coordenadora de Programas Sociais da Fundação Itaú Social.

Para Milena Duarte Pereira Forte, Coordenadora do Programa Itaú Criança, o apoio fornecido pela Fundação Aperam Acesita é um destaque do projeto. “Nunca havia visto tanta agilidade em um processo como este. E acredito que isso só foi possível com o apoio da Fundação Aperam Acesita, que exerceu o controle social com estratégia e eficácia”, ressalta.

Compartilhar: