Revista Espaço

Qualificar o ensino

Fundação Aperam e BioEnergia contribuem para formação de profissionais da educação

37

Evento atraiu quase 600 educadores

Cerca de 600 educadores das escolas públicas de Capelinha e Itamarandiba, no Vale do Jequitinhonha, participaram do workshop “Inovar e educar”, promovido pela Fundação Aperam Acesita e a Aperam BioEnergia, em novembro. A atividade integra o Programa de Melhoria da Qualidade do Ensino nas Escolas e contou com a parceria da Secretaria Municipal de Educação e da Faculdade Única de Timóteo.

Dividido em dois momentos, o encontro teve a presença do psicólogo e consultor, Silvio Custódio de Sousa, e da diretora da Faculdade Única de Timóteo, Eliane Neves. “Entendemos que estimular melhorias no ensino é uma propostachave para desenvolver as comunidades. Por isso, fomentamos um encontro para instigar os profissionais da área a buscarem um novo olhar para as dinâmicas inovadoras no processo de ensino e aprendizagem dentro de sala de aula”, destaca Flávia Soares, coordenadora de projetos da Fundação.

Nesse contexto, Silvio acredita que um dos desafios está na formação dos diretores, em sua maioria professores oriundos das salas de aula. “A maioria desses profissionais tem poucas chances de aprender técnicas de gestão. Quando isso acontece, fica mais fácil resolver os problemas. Um diretor deve se sentir como um presidente de empresa. Todo negócio tem metas e indicadores”, pontua.


Mudar

Eliane defende a modernização do aprendizado como forma de qualificar o ensino e de valorizar os profissionais que se dedicam a ele. “O estudante deve ser estimulado a praticar e a opinar. Cada vez mais temos de favorecer a troca de conhecimento. Nesse caminho, os profissionais se destacam, aumentam as chances de valorização e não esperam a mudança acontecer a partir do sistema educacional”, ressalta.

Meio ambiente

38

Parceria capacitou pessoas em três cidades

Vinte escolas públicas das cidades de Capelinha, Turmalina e Itamarandiba puderam aplicar alguns desses conceitos a partir da parceria entre Fundação, Aperam BioEnergia e Junior Achievement Minas Gerais (JAMG). Em outubro, cerca de 600 alunos do 5º e do 9º ano participaram dos programas “Nosso planeta, nossa casa” e “Empreendedores climáticos”, ambos com foco na educação ambiental.

A escola municipal Ursinhos Carinhosos, em Itamarandiba, recebeu o programa da JAMG pela primeira vez. Trinta alunos do 5º ano criaram uma série de placas – instaladas nas dependências do local – para relembrar a todos da importância de fechar as torneiras e de apagar as luzes ao sair dos ambientes. “A atividade nos ajudou a unificar ensino e prática”, avalia Terezinha Fiúza, supervisora pedagógica.

Compartilhar: