Revista Espaço

Intercâmbio promissor

Encontro internacional reúne representantes de projetos de geração de renda contemplados pelo PorAmérica

24

Empreendedores brasileiros em Encontro Internacional

Pequenos empreendedores de várias cidades do país trocaram experiências e ideias sobre as formas de conduzir seus negócios. O Encontro Nacional do PorAmérica(O Programa de Fortalecimento de Organizações de Base para Combater a Pobreza atua em vários países promovendo parcerias entre empresas e organizações para geração de renda.), que acontece em Vitória (ES), nos dias 26 e 27 de fevereiro, reuniu todos os 14 projetos brasileiros apoiados pelo Programa.

Timóteo (MG)foi representada pelos dois projetos que já participaram do Programa via Fundação Aperam Acesita: a Associação do Celeste,formada por quitandeiras e agricultores, e a Coopermassas – Cooperativa Ágape Massas e Sabores do Cachoeira do Vale –, que reúne um grupo de salgadeiras. “Foi uma oportunidade muito bacana de conhecer outros projetos e de divulgar o nosso.Vamos expor nossos ganhos e principais dificuldades”, diz Amanda Andrade Soares, presidente da Cooperativa.

A presidente da Associação do Celeste, Marlene Imaculada Carlos, apresentou durante o evento as experiências que já foram compartilhadas pelo grupo em outro encontro também realizado pelo PorAmérica, realizado em Bogotá (Colômbia).Oencontro se deu nos dias 26 a 28 de novembro, reunindo representantes do Brasil, da Argentina, Colômbia, Guatemala, Equador e do Perú que expuseram a realidade de seus negócios e participaram de dinâmicas e palestras sobre geração de renda. “Foi uma experiência muito proveitosa porque havia produtos de vários ramos, desde artesanato argentino com material reciclado até rapadura peruana”, conta.

25

As quitandeiras da Associação do Celeste produzem rosquinhas, bolos e doces

A coordenadora de projetos da Fundação, Neide Barbosa, que também compareceu ao evento, se orgulha ao relembrar a trajetória do grupo Celeste. “Desde 2012, quando começamos a acompanhar o trabalho, vimos um forte crescimento. Elas se esforçaram em todos os sentidos, inclusive em buscar novos mercados e, por isso, conquistaram saldos positivos.”

Os sonhos dessas quitandeiras não pararam por aí. Depois de conhecer outros projetos, Marlene voltou para casa cheia de planos para a Associação. “Fiquei encantada com a forma que as organizações de base trabalham em outros países. Eles formam alianças entre si que beneficiam ambas as partes.No nosso caso, por exemplo, às vezes ficamos receosos de pegar demandas grandes de horticultura, mas se fizéssemos parcerias com outros produtores da região, daríamos conta do recado”, reflete.

Trilhas empreendedoras

Quando teve início o apoio do PorAmérica, em abril de 2012, a renda média mensal de cada família da Associação do Celeste consistia em, aproximadamente, R$ 200,00.Hoje, esse valor subiu para R$1.000,00.

A parceria da Associação com o PorAmérica terminou em 2014, mas o grupo já foi selecionado pelo edital do Instituto Consulado Mulher (Consul), que prevê novas capacitações e subsídios para o empreendimento. Essa conquista foi obtida por meio da própria Associação.

Compartilhar: