Revista Espaço

Combinação de sucesso

Novo Diretor Comercial da Aperam aponta a dedicação ao trabalho e o reconhecimento da Empresa como fatores que impulsionaram carreira

1

“A Aperam acredita nas pessoas”, destaca Rodrigo

Formado em Administração, Rodrigo Damasceno chegou à Aperam em 2001 como trainee. Trabalhou como Analista de de Marketing na Gerência de Informação e Estratégica de Mercado e Trader na Gerência de Exportação de Inox. Em 2009, gerenciou na área de aços elétricos e carbono e participou do Programa Carreer Acelerator na Auditoria Interna da ArcelorMittal. Desde 2011, ocupava a Gerência Executiva de Marketing. O novo Diretor Comercial apresenta, na entrevista a seguir, uma avaliação sobre os desafios que o aguardam na nova fase de sua carreira:

Que fatores caracterizam sua trajetória na Aperam e qual sua expectativa diante dos novos desafios?

Desde que entrei na Empresa, tinha o objetivo de construir uma carreira longa. Com esse foco, empenhei-me ao máximo para superar desafios e entregar resultados. Aproveitei todas as chances de capacitação que recebi nesses anos. Nos momentos de ansiedade ou dúvida, o relacionamento com meus gestores me ajudava a entender os próximos objetivos e possibilidades.

Compor a Diretoria da Empresa é uma grande responsabilidade e espero continuar trabalhando fortemente para atender às expectativas da Aperam. Para as novas gerações, deve ficar a mensagem clara de que a Aperam acredita nas pessoas e investe na sua formação para o futuro. Existe um mito de que a evolução da carreira na indústria siderúrgica é lenta, mas pessoalmente não vejo desta maneira principalmente na Aperam. Os exemplos recentes na Diretoria e no corpo Gerencial evidenciam jovens formados pela Empresa.

Como a Aperam vem se posicionando no mercado siderúrgico brasileiro para driblar dificuldades e competir com players internacionais?

Estamos assistindo a uma forte mudança na dinâmica dos negócios desde a crise da economia mundial, que teve início em 2008. As empresas estão mais atentas à sua competividade. O cenário atual indica que haverá pouco crescimento na economia brasileira em 2015. Para a Aperam, o nome do jogo será proximidade junto aos nossos clientes, para garantir a competitividade da cadeia dos aços especiais planos. A inovação faz parte do DNA da Empresa. Entender as necessidades do mercado e propor soluções que melhorem a competitividade do sistema, como um todo, é algo que fazemos muito bem.

A expectativa do presidente Frederico Ayres Lima é garantir performance e a qualidade desde o primeiro trimestre de 2015. Como o senhor espera contribuir para isso? O que o cliente da Aperam pode esperar do senhor e da Empresa neste ano?

Qualidade e performance são mantras de toda a organização. Do ponto de vista comercial, isto se traduz em clientes mais satisfeitos com nossos produtos, nossa pontualidade nas entregas e nossos serviços de pré e pós-vendas. O cliente da Aperam pode esperar não só do Diretor Comercial, mas de toda a equipe que o atende, comprometimento com a cadeia produtiva dos aços especiais. Diálogo e proximidade são a melhor maneira de fazermos juntos a roda girar.

Diante de um cenário de desafios, que mensagem gostaria de deixar aos colegas de Empresa?

O Brasil tem um enorme potencial, mesmo que esteja vivendo um momento de ajuste. As possibilidades de longo prazo do país são entusiasmantes. A Aperam acredita no potencial brasileiro e trabalhará firme nos próximos anos para impulsionar o consumo dos aços que produz. Desta forma, irá proporcionar ganhos econômicos e sociais para todos os stakeholders da empresa: empregados, clientes, fornecedores, acionistas e comunidades.

 

Compartilhar: