Revista Espaço

Sabor de sucesso

Empreendedoras de Timóteo colhem os frutos da parceria com a Fundação Aperam Acesita

32

Projeto da Associação do Celeste se destacou no PorAmérica

Salgadinhos,rosquinhas, biscoitos e temperos não só encantamo paladar de moradores de Timóteo (MG), como promovem grandes mudanças na vida de alguns deles. Quitandeiras e agricultores da cooperativa Coopermassas e da Associação do Celeste profissionalizaram seus talentos culinários e agora complementam a renda de suas famílias.

“No início,fazíamos rosquinhas, para acompanhar o café.Depois começamos a vender,mas não tínhamos muita noção do que precisávamos para começar”,relembra Marlene Imaculada Carlos, presidente da Associação. Isso foi há mais de seis anos, quando o grupo de trabalho fundou legalmente a instituição. Hoje, além de atender às encomendas dos timotenses, os cerca de 40 associados (maioria mulheres), também fornecem seus bolos, hortaliças e temperos caseiros amais de 30 escolas municipais e estaduais da cidade.

Com o PorAmérica(O Programa Fortalecimento de Organizações de Base para Combater a Pobreza (PorAmérica) promove parcerias entre empresas e organizações de base para estimular geração de renda), a Associação do Celeste, em parceria com a Fundação Aperam Acesita, aperfeiçoou a estrutura e o conhecimento necessários para desenvolver o negócio. “Atualmente conseguimos vender nossos produtos em qualquer lugar. Com os cursos e financiamentos da Fundação, conseguimos expandir nossa atuação, aprendemos a negociar e a colocar preço no nosso trabalho”, esclarece Marlene. Os resultados foram tão positivos que a Associação representou o Brasil durante o encontro internacional “Organizações que Constroem Oportunidades – Iniciativas Comunitárias de Geração de Renda na América Latina”, realizado na Colômbia, no fim de novembro pela RedEAmérica.

Outro grupo contemplado pelo PorAmérica, via Fundação, foi a Cooperativa Ágape Massas e Sabores do Cachoeira do Vale (Coopermassas). As 15 cooperadas preparam salgados para festas e lanchonetes da cidade. Empregados da Aperam também desfrutam dos sabores dessas salgadeiras, que vendem refeições individuais nas portarias oito e três da Usina, tanto na hora do almoço quanto no jantar.

33

Projeto da Associação do Celeste se destacou no PorAmérica

A Coopermassas existe desde 2000, mas foi só em 2009 que o negócio deslanchou. As integrantes receberam consultoria com nutricionista e treinamento para a gestão empreendedora.“Em 2009,tínhamos uma média de faturamento de R$12 mil por mês. Hoje, esse número subiu para 32 mil”,revela a presidente Amanda Andrade Soares.

A parceria continuou em 2012, quando as cooperadas também foram selecionadas para o PorAmérica.“Conseguimos aprimorar nossas habilidades culinárias e aprendemos a gerenciar a cooperativa, definindo as funções de cada um”, completa Amanda. O próximo passo das salgadeiras é conquistar o mercado de buffet em Timóteo.

 

Compartilhar: