Revista Espaço

Compromisso com o futuro

Aperam investe em ações ambientais

24

Amostras de água do Rio Piracicaba são monitoradas regularmente

Controle de emissões atmosféricas, recirculação da água e controle de ruídos: esses são apenas alguns dos aspectos ambientais monitorados de perto pela Aperam no seu Sistema de Gestão Integrada.

Há pouco mais de um ano, a Empresa dotou o município de quatro estações meteorológicas. Elas compõem uma rede automática de monitoramento, que permite visualizar as condições do ar em Timóteo. A Aperam investiu mais de R$ 2 milhões na modernização desse sistema e as informações são enviadas online para a Fundação Estadual do Meio Ambiente (FEAM).

O processo anterior gerava dados semanais e relatórios mensais. Agora, os dados são instantâneos. “Com as informações fornecidas pela rede, o poder público pode planejar melhor o desenvolvimento da cidade, considerar as regiões mais indicadas para uso residencial ou industrial, por exemplo. É possível até identificar pontos de maior incidência de queimadas e reforçar a fiscalização”, explica Marco Aurélio Neiva, analista técnico de controle ambiental.

Na planta industrial, um conjunto de ações contribui para minimizar o impacto da atividade na qualidade do ar, como a umectação (molhagem) dos pátios de matérias-primas e a reforma do Lanternim da Aciaria, que vedou toda a estrutura localizada no topo do galpão da Aciaria. “Considerando a rede automática e outras 11 melhorias, a Empresa vai investir quase R$ 20 milhões em projetos relacionados ao meio ambiente”, afirma Welington Carvalho, analista técnico de controle ambiental.

25

Água

A Aperam monitora a qualidade da água dos efluentes industriais em dois pontos de coleta junto ao rio Piracicaba, no Vale do Aço. Periodicamente, o sistema analisa itens como turbidez (transparência), pH (acidez), partículas sólidas, entre outros. A empresa recircula 95% da água utilizada no processo industrial, o que significa que quase toda a água é reutilizada. O restante, após passar pela estação de tratamento, é devolvido ao meio ambiente.

Ruído

Para a checagem do nível de ruído, a Empresa conta com 23 pontos de monitoramento instalados ao redor da planta. Desde 2013, a área próxima ao bairro Vila dos Técnicos conta com um reforço na proteção sonora: o muro, com 300 metros de extensão e 3,5 metros de altura, composto por chapas de inox e lã mineral, material que promove o isolamento acústico, conferindo mais conforto aos moradores da região.


Atuação em destaque

As ações relacionadas ao monitoramento compõem uma das vertentes do compromisso da Aperam com o Meio Ambiente. Um testemunho desse compromisso é a presença da Empresa, pelo segundo ano consecutivo, no Guia de Sustentabilidade da Exame. A publicação ressalta o trabalho realizado na planta industrial de Timóteo (MG) para reduzir a geração de resíduos e transformar parte deles em coprodutos.

Nos últimos seis anos, a Aperam reduziu à metade o volume de resíduos destinado ao pátio. E em 2013, a Empresa conseguiu reaproveitar 88% do material gerado, como a lama de aços austeníticos produzida na Aciaria, que é recolhida, enviada para um parceiro e se transforma em ferro cromo, matéria-prima utilizada pela Aperam. “Trabalhamos com a proposta de reduzir, reutilizar e reciclar. Transformar o resíduo em um coproduto para nossa cadeia de produção ou para terceiros é um objetivo cada vez mais presente em nosso planejamento”, aponta Glautiere Paiva, gerente de Segurança e Meio Ambiente.

Compartilhar: