Revista Espaço

Um empurrãozinho bem-vindo

Edital de Projetos da Fundação ajuda entidades da região a melhorarem o atendimento

28

Mais espaço e qualificação: alunos da APAE em oficina de marcenaria

Quem visita a oficina de marcenaria da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Coronel Fabriciano, no Vale do Aço, não imagina a situação da sede anterior, utilizada até abril de 2014. A sala apertada e o maquinário antigo e pouco ergonômico deram lugar a dois grandes galpões bem iluminados e ventilados, máquinas novas e equipamentos de proteção individual (EPI). Além do conforto e da segurança, a nova estrutura permitiu ampliar o atendimento.Hoje, há 21 alunos na oficina da instituição – mais que o dobro da antiga sede.27

A mudança começou quando a APAE se inscreveu no Edital de Projetos da Fundação Aperam Acesita 2013, com o objetivo de aumentar a renda proveniente dos serviços prestados pela oficina. “Tínhamos uma demanda reprimida, muitos pedidos para peças artesanais com material reciclado, mas a oficina não comportava toda a produção”, lembra a assistente social Cristiane Gonçalves.

Após conquistar os R$ 10 mil ofertados pelo edital, a associação se deparou com outro desafio. O recurso deveria ser gasto apenas com a aquisição de máquinas, conforme projeto, e a oficina não tinha espaço para receber os equipamentos. Com recursos próprios, a entidade iniciou a construção de uma nova oficina e conseguiu verba complementar junto a outros parceiros. “A vitória no edital da Fundação impulsionou a entidade.Nos esforçamos para adequar o local, garantir melhores condições aos alunos e a ampliação da renda”, conta.

A oficina dobrou o faturamento e dispõe de dois marceneiros que coordenam duas turmas. As expectativas de negócios continuam em alta com as doações de madeira feitas pela prefeitura.

Para o Edital de Projetos 2014, a associação pleiteia investimentos para adequações na creche, que recebe diariamente 20 crianças. “Começamos a despertar para possibilidades como essas há poucos anos. Temos condições de evoluir e apresentar propostas cada vez melhores”, conclui.

Além da APAE de Coronel Fabriciano, o Edital 2013 contemplou quatro entidades no Vale do Aço e sete no  Vale do Jequitinhonha. Juntas, as propostas arrecadaram R$ 120 mil e beneficiaram quase 900 pessoas.

 

Compartilhar: