Revista Espaço

Conhecimento é o melhor adubo

Cursos oferecidos pela Fundação Aperam Acesita e Senar contribuem para desenvolvimento de produtores rurais

23

Moradoras e irmãs carmelitas de Coronel Fabriciano aprenderam mais sobre produção artesanal de alimentos

O mundo tem, hoje, cerca de três bilhões de agricultores familiares – camponeses e indígenas, que produzem cerca de 70% dos alimentos no mundo. Por causa disso, os 193 países membros da Organização das Nações Unidas (ONU) elegeram a agricultura familiar como tema do ano de 2014. A decisão, inédita para o setor, é resultado do reconhecimento do papel fundamental que esse sistema produtivo desempenha para a segurança alimentar no planeta.

A parceria entre a Fundação Aperam Acesita e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Minas Gerais (Senar), que completa dez anos, acompanha essa ideia. Dentre as ações resultantes da cooperação, destacam-se os cursos de capacitação para trabalhadores rurais, pequenos produtores e agricultores familiares, em dois eixos principais: Formação do Profissional Rural (FPR) e Promoção Social (PS).

Os cursos desenvolvidos estão em consonância com o tema anunciado pela ONU: trata-se de capacitações em cultivo orgânico e reaproveitamento de alimentos. O coordenador de projetos da Fundação Aperam Acesita, Luiz Antônio Ferreira, explica que os produtores recebem a contribuição necessária para fortalecer o seu crescimento com práticas produtivas e sustentáveis que geram renda e possibilitam uma melhora na qualidade de vida.

24

Curso de operação e manutenção de roçadeira no Oikós

A comunidade rural de Córrego do Celeste, a 23 quilômetros de Timóteo, abriga cerca de 60 famílias de agricultores que participam assiduamente dos cursos de reaproveitamento de alimentos, artesanato e plantas medicinais e hortaliças. Para Marlene Imaculada Carlos, presidente da Associação de Produtores Rurais do Celeste, a capacitação ajuda a evitar perdas e a produzir mais e melhor, em menos tempo.

O papel da Fundação consiste em levantar demandas existentes na região para propor as ações mais adequadas. Já o Senar disponibiliza uma rede de instrutores treinados, que ministram os cursos, e auxiliam a compra de recursos institucionais para realizá-los. De 2004 a 2013, 1.514 pessoas de Timóteo, Fabriciano e região já foram beneficiadas.

Compartilhar:
Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin
Menu

Clique no botão de edição para alterar esse texto. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.