Revista Espaço

Telhado de inox protege carga de açúcar

Fábrica aplica aço inoxidável em diversas estruturas

1

Silos (ao centro) que armazenam açúcar também são de aço inoxidável

Durabilidade e baixo custo de manutenção. Essas são algumas das virtudes da utilização do inox em telhados de grandes edificações, como na Usina Alta Mogiana(A Alta Mogiana possui capacidade anual para moer mais de 6 milhões toneladas de cana, produzir 10,5 milhões de sacas de açúcar, mais de 180 milhões litros de etanol e ainda gera cerca 144.200 MWh, energia que excede o consumo interno. ), situada no município de São Joaquim da Barra, interior de São Paulo. Este ano, o cliente encomendou 70 toneladas de inox ferrítico K30 para a cobertura de um armazém de açúcar.

Esse é o segundo galpão da usina que recebe telhas em inox. Há três anos, o cliente construiu a primeira edificação com o produto da Aperam South America e ficou satisfeito com o resultado. “Observamos uma série de benefícios, como uma maior vida útil da estrutura, sem corrosão precoce nem goteiras por conta de telhas furadas, o que colocava em risco o produto armazenado. A superfície lisa facilita a conservação e ainda é mais bonita”, destaca Sinésio Antônio Guedes, gerente da fábrica. Raphael Correia, analista de Negócios da Aperam South America, ressalta que o aço fornecido garante ao cliente um menor custo de manutenção. “O investimento inicial é maior, mas como o inox dura muito mais tempo, ele se torna mais competitivo que o aço carbono”, afirma.4

A Alta Mogiana também aplica aço inoxidável em chapas e tubos, entre outros itens que integram os equipamentos de produção do açúcar e do etanol. Desde a década de 1990, quando a usina começou a operar fornecendo matéria-prima para a indústria alimentícia (fábricas de bebidas, biscoitos, chocolates, iogurtes e sorvetes), o inox vem ganhando cada vez mais espaço no processo produtivo. Para 2014, o plano é utilizar o material para substituir as tubulações em aço carbono. “Vamos aproveitar o desgaste natural das estruturas para colocar tudo em inox”, afirma. Ainda sem data prevista, Sinésio antecipa que o inox também será utilizado na construção de novos elevadores para transporte do açúcar.

2

Área externa e interna do primeiro armazém; nova edificação também terá inox

Compartilhar: