Revista Espaço

Soluções para o futuro

Profissionais da Aperam South America e clientes discutem demandas do mercado de Linha Branca para os próximos anos

Convidar os clientes para uma conversa com o objetivo de conhecer 2as principais demandas do mercado e, assim, oferecer as melhores soluções em produtos. Essa proposta orientou a criação do projeto Liga, iniciativa da Aperam que chegou a sua segunda edição, em março de 2014, trazendo como tema o segmento de Linha Branca e as possibilidades para os próximos três anos. O inox, destaque no portfólio da Empresa, está presente em aplicações variadas desse setor como em fogões, geladeiras, máquinas de lavar, microondas e outros.

“A opção pelo envolvimento dos clientes de Linha Branca se deve ao grande conhecimento que a Aperam acumulou ao longo dos anos sobre esse mercado. Além disso, trata-se de um segmento que apresenta alto potencial”, comenta o engenheiro de Aplicação, Alexandre Otsuka.

Assim como na primeira edição, os profissionais da Aperam das áreas de Engenharia de Aplicação e Desenvolvimento de Mercado, Comercial e do Centro de Pesquisas visitaram clientes para, juntos, elaborarem um documento técnico com as oportunidades de melhoria e possíveis soluções. A equipe da Empresa se reuniu com profissionais de áreas como Marketing, Produção, Engenharia e Qualidade de duas unidades da Whirlpool e uma da Esmaltec Eletrodomésticos. Estão agendadas, para o mês de abril as visitas à Panasonic, Electrolux e Mabe, com o objetivo de completar o circuito de Linha Branca.

Durante a troca de ideias, foram levantados aspectos como as formas de aplicação, materiais utilizados e recomendados, necessidades e tendências para os próximos anos. “Avalio o resultado como muito positivo. Conseguimos em um encontro reunir perspectivas de diferentes áreas dos nossos clientes. Além disso, todos se mostraram muito receptivos e entusiasmados com as trocas de informações. Os fabricantes e os consumidores sairão ganhando. Recebemos direcionamentos importantes para continuar investindo no desenvolvimento de novos produtos e aplicações”, avalia o analista de Negócios, Fernando Marcolin.

O evento serviu para reafirmar que os projetos do Centro de Pesquisas, em execução, apresentam-se como o que o mercado realmente necessita. O pesquisador do Centro de Pesquisas, Geovane Martins, aponta que “as ações estão sendo priorizadas em função das necessidades imediatas e futuras. Assim garantimos o alinhamento ao mercado, ganhamos em agilidade e avançamos a nossa linha de atuação em função das discussões de projetos de produtos finais com os nossos clientes. Buscando a melhor solução, nós, consumidores, vamos ganhar”, avalia. Nas próximas edições do projeto Liga, a intenção é envolver os segmentos de elevadores e de óleo e gás.

Compartilhar: