Revista Espaço

Espaço no Oriente

Inox duplex também é uma boa opção para projetos de arquitetura

14

No projeto do Harbor Square, foram utilizadas 100 toneladas de inox duplex da Aperam South America

Durante 15 anos, a capital libanesa Beirute enfrentou uma guerra civil que destruiu boa parte das construções que ocupavam a área central da cidade. Entre 1975 e 1990, grupos religiosos disputavam o poder e, quando houve a paz, chegou o momento da reconstrução. Uma das principais iniciativas nesse sentido, e que completa 10 anos em 2014, foi a criação da Companhia Libanesa para o Desenvolvimento e Reconstrução do Centro da Cidade de Beirute, chamada de Solidere.

Essa organização reuniu recursos de investidores para promover a recuperação, sem que fosse necessário mobilizar o Estado. Entre seus projetos de destaque está a Harbor Square, espaço composto por colunas e uma armação entrelaçada na cobertura. Próxima ao litoral, a construção recebeu o inox duplex, produto ideal para garantir maior durabilidade frente ao desgaste provocado pela maresia. “A utilização do duplex em aplicações voltadas para estruturas, pontes e outros itens da arquitetura tem como aspecto positivo, em relação a outros produtos, a possibilidade de utilização de menor volume de material necessário para obter boa resistência”, avalia o engenheiro de Aplicação da Aperam South America, Júlio Cesar Di Cunto.

Para dar forma ao projeto, a Aperam forneceu 100 toneladas do inox duplex 2205. Aplicado com sucesso em equipamentos que sofrem desgastes severos como aqueles empregados nos setores de Óleo e Gás e Papel e Celulose, o duplex apresenta elevada resistência à corrosão e boa soldabilidade. Essas características também podem trazer importantes resultados quando se trata de arquitetura. “O Harbor Square abre boas possibilidades para ampliar a utilização do inox duplex nesse segmento. Com o projeto temos mais um exemplo prático dos aspectos positivos que o material garante a esse tipo de obra”, aponta.

Compartilhar: