Revista Espaço

Força em dose dupla

Aperam South America investe em melhorias para a fabricação de inox, sinônimo de alta resistência em ambientes agressivos e desafiadores

2

O projeto de adequação da RB3 envolveu o trabalho conjunto de várias equipes

Pode ser na indústria do petróleo, do gás natural, para fabricação e armazenamento de produtos químicos, celulose e papel. Se a demanda é por alta resistência mecânica e à corrosão, em ambientes agressivos, o inox Duplex não deve ficar de fora. O próprio nome já diz muito. Esse aço inoxidável consegue reunir as melhores características de dois outros tipos, o austenítico e o ferrítico. O primeiro é excelente em resistência à corrosão e o segundo possui excelente soldabilidade.

“A composição química dos aços inoxidáveis Duplex permite que esses materiais tenham uma elevada resistência a corrosão com baixo teor de níquel. Apresentam também limite de escoamento superior ao dos aços austeníticos, o que permite a concepção de projetos com espessuras mais finas e maior resistência a corrosão” explica o engenheiro de aplicação da Aperam South America, Alexandre Otsuka.3

Um setor no qual o Duplex está presente é o de celulose e papel. A Intecnial, empresa cliente da Aperam, utiliza o material para destinar, a esse mercado, tanques, torres e vasos de pressão. Atendendo também aos segmentos de energia e logística, ela aposta na relação custo / benefício como uma das vantagens do Duplex. “A empresa busca a qualidade por meio do desenvolvimento de parcerias e de tecnologia. A matéria-prima é fundamental nesse contexto e deve acompanhar essa tendência. Acredito que a qualidade e o preço competitivo tendem a ampliar as formas de utilização do inox Duplex”, comenta o comprador da Intecnial, Radamés Baroni.

Investimento

8

Outro mercado que demanda a utilização do inox Duplex é o setor de Óleo & Gás

Como o aço inoxidável Duplex apresenta elevado efeito mola em relação a outros tipos de inox, o equipamento que faz o recozimento e a decapagem desse material, chamado de RB3, precisa ser mais robusto. Em função disso, a Aperam South America implantará, até o início de 2014, o projeto de readequação desse equipamento. “O trabalho envolveu diversas áreas, como a Manutenção e a Operação. Tudo para garantir o processamento competitivo de bobinas a quente e a frio do inox Duplex, possibilitando incrementar nosso portfólio”, avalia o assistente técnico da área de Engenharia de Projetos, Marcos Sávio da Silva.

Para isso, foram adquiridas uma nova calandra – máquina que confere formato curvo ao material -, duas bobinadeiras de papel, três rolos de apoio, além de melhorias no mandril da saída – dispositivo que fixa a chapa de inox a ser trabalhada. Como forma de garantir o sucesso do projeto, a Aperam contratou uma empresa especializada e acompanhou a fabricação de cada item, para que tudo estivesse de acordo com as necessidades do processo.

A implantação do projeto permite a produção de bobinas de maneira ainda mais segura, explica o gerente da área de Recozimento e Decapagem, Ailton Barbosa. “Antes, os ajustes da velocidade e da regulagem do papel, por exemplo, eram manuais e passaram a ser automatizados. A calandra irá permitir também a eliminação de um processo. Além disso, as melhorias no mandril eliminam a possibilidade de a chapa se soltar, garantindo um ambiente de trabalho mais seguro”, conclui.

4

Equipamentos adquiridos pela Aperam para o processamento do inox Duplex


Um pouco de história

A produção de inox Duplex na Aperam teve início em 2009, após dois anos de pesquisas. Na época, o trabalho contou com apoio de empresas europeias do Grupo. As equipes do Centro de Pesquisas, Aciaria e Laminação a Quente participaram de congressos sobre Duplex para entender mais sobre a dinâmica de produção do material. Atualmente, a Aperam South América fornece, por meio de seus Centros de Serviço, chapas, boninas e tubos soldados do material.

Compartilhar:
Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin
Menu

Clique no botão de edição para alterar esse texto. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.