Revista Espaço

Do alto do salto

Aço carbono garante conforto e equilíbrio a quem utiliza salto alto

14Os sapatos de saltos altos, que emprestam elegância e glamour às silhuetas femininas, quem diria, carregam em seu interior um produto da indústria siderúrgica. Em 1920, após muitas aulas de anatomia, o italiano Salvatore Ferragamo teve uma ideia que trouxe mais equilíbrio e conforto para as usuárias de saltos altos. Ferragamo passou a fabricar a estrutura interna do sapato em aço, substituindo a madeira, até então utilizada. Batizada de alma de aço, a peça acomoda melhor a curvatura dos pés. Tecnologia que persiste até os dias atuais.15

A espessura de cada uma varia de um milímetro a 1,50 milímetros e a largura vai de 10 a 14 milímetros. O comprimento é definido de acordo com a numeração da sola. “Quanto mais fina, mais confortável será. Portanto, nosso objetivo é reduzir a espessura ao máximo. Como o próprio nome sugere, a alma de aço faz parte da essência do sapato. Sem ela, não seria possível ficar de pé. Se fossemos comparar o calçado a um automóvel, ela seria o chassi”, conta Maurício Bomfim, engenheiro da Brasmetal.

Recozido e formatado

Para produzir as almas de aço, a Brasmetal adquire da Aperam South America, há mais de 25 anos, bobinas do aço carbono PO50M. O material passa novamente pelo processo de laminação e recozimento e segue para outra empresa, a Flecksteel, onde ocorrem a estampagem, formatação e têmpera do material para ser destinado aos produtores de calçados.

17

Na imagem, a linha branca representa como a alma de aço está presente na estrutura dos sapatos

16A Flecksteel produz, ao mês, três milhões de pares de almas de aço e destina 25% desse montante ao mercado internacional. Também utiliza o material na fabricação de biqueiras para a ponta de sapatos de segurança. “Apesar de não serem visíveis, almas adequadas são fundamentais para a estética do calçado, pois garantem sua estrutura, impedindo que deforme com o uso. Nosso trabalho de pesquisa volta-se para as tendências da moda no que se refere à altura e ao design dos saltos”, diz Rodrigo Rodrigues, gestor de Suprimentos da Flecksteel.

A Aperam é responsável por 85% do material fornecido aos fabricantes de almas de aço. É o que aponta o analista de negócios da Aperam South America, Celso Custódio. “A relação custo/ benefício é mais interessante quando se utiliza o aço carbono. Ele garante maior durabilidade e leveza à alma de aço”, acrescenta.

Compartilhar: