Revista Espaço

Do alto do salto

Aço carbono garante conforto e equilíbrio a quem utiliza salto alto

14Os sapatos de saltos altos, que emprestam elegância e glamour às silhuetas femininas, quem diria, carregam em seu interior um produto da indústria siderúrgica. Em 1920, após muitas aulas de anatomia, o italiano Salvatore Ferragamo teve uma ideia que trouxe mais equilíbrio e conforto para as usuárias de saltos altos. Ferragamo passou a fabricar a estrutura interna do sapato em aço, substituindo a madeira, até então utilizada. Batizada de alma de aço, a peça acomoda melhor a curvatura dos pés. Tecnologia que persiste até os dias atuais.15

A espessura de cada uma varia de um milímetro a 1,50 milímetros e a largura vai de 10 a 14 milímetros. O comprimento é definido de acordo com a numeração da sola. “Quanto mais fina, mais confortável será. Portanto, nosso objetivo é reduzir a espessura ao máximo. Como o próprio nome sugere, a alma de aço faz parte da essência do sapato. Sem ela, não seria possível ficar de pé. Se fossemos comparar o calçado a um automóvel, ela seria o chassi”, conta Maurício Bomfim, engenheiro da Brasmetal.

Recozido e formatado

Para produzir as almas de aço, a Brasmetal adquire da Aperam South America, há mais de 25 anos, bobinas do aço carbono PO50M. O material passa novamente pelo processo de laminação e recozimento e segue para outra empresa, a Flecksteel, onde ocorrem a estampagem, formatação e têmpera do material para ser destinado aos produtores de calçados.

17

Na imagem, a linha branca representa como a alma de aço está presente na estrutura dos sapatos

16A Flecksteel produz, ao mês, três milhões de pares de almas de aço e destina 25% desse montante ao mercado internacional. Também utiliza o material na fabricação de biqueiras para a ponta de sapatos de segurança. “Apesar de não serem visíveis, almas adequadas são fundamentais para a estética do calçado, pois garantem sua estrutura, impedindo que deforme com o uso. Nosso trabalho de pesquisa volta-se para as tendências da moda no que se refere à altura e ao design dos saltos”, diz Rodrigo Rodrigues, gestor de Suprimentos da Flecksteel.

A Aperam é responsável por 85% do material fornecido aos fabricantes de almas de aço. É o que aponta o analista de negócios da Aperam South America, Celso Custódio. “A relação custo/ benefício é mais interessante quando se utiliza o aço carbono. Ele garante maior durabilidade e leveza à alma de aço”, acrescenta.

Compartilhar:
Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin
Menu

Clique no botão de edição para alterar esse texto. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.