Revista Espaço

Muito além de um diploma

Projeto Capacitar proporciona mudança de vida para empregados da Aperam Bioenergia

28

A iniciativa possibilitou que mais de 400 pessoas concluíssem os estudos

O corte de eucalipto foi a primeira tarefa de Sílvio Rodrigues, há 28 anos, na Aperam Bioenergia, em Capelinha (MG). Como havia concluído apenas a quarta série, o desejo de mudar de função encontrava um obstáculo. “Sempre via oportunidades de crescimento na Empresa, mas para ocupar as vagas era necessário ter estudo”, lembra. Esse problema começou a fazer parte do passado em 2005, quando a parceria com a Fundação Aperam Acesita ­deu origem ­ao Projeto Capacitar.

O apoio dos colegas e a vontade de aprender também ajudaram Sílvio a conseguir o diploma do Ensino Fundamental.­ Ele ­decidiu, ­no entanto,­ que não pararia por aí. Em 2013, foi a vez de buscar o certificado de conclusão do Ensino Médio. “Sou muito grato à Empresa por essa chance. Aprendi muitas coisas que melhoraram o meu dia a dia. Também ficou mais fácil acompanhar o andamento dos filhos ­na ­escola”.­ Dos seis filhos de Sílvio, quatro já concluíram o Ensino Médio.

A conquista de mais um sonho

Acercar de 60­ quilômetros, ­em Itamarandiba(MG),­ o ­Projetos Capacitar também ­ajudou o operador Antônio ­Gregório da Costa a descobrir novas possibilidades. Assim como Sílvio, ele havia abandonado os estudos na quarta série. “Minha família era muito pobre, deixei cedo os estudos para trabalhar. Os horários sempre dificultavam o retorno às salas de aula”, diz.

Em 2008, Sílvio iniciava a quinta série e, mesmo quando as dificuldades apareciam, lá estavam os supervisores e coordenadores para incentivá-lo a continuar. Agora, poderá realizar o sonho de ser técnico de mecânica e eletricidade de automóveis. “A formatura sempre foi um sonho para mim. Com os estudos, passei a respeitar ainda mais a profissão dos outros, porque consigo entender melhor o que eles me explicam. Sou um vitorioso”, conclui.


Resultados do incentivo

Em nove anos, o Projeto Capacitar, voltado para a melhoria do nível de escolaridade dos empregados da Aperam Bioenergia, possibilitou a 401 pessoas concluir os estudos. Com a mesma metodologia, o Projeto Estudar, voltado para empregados da Aperam South America e prestadores de serviço, no Vale do Aço, encerrou suas atividades em 2012.­ As duas ­iniciativas ­formaram mais de ­1.700­ alunos.­

“A Fundação tem orgulho ­desses resultados. ­É muito ­bom ­ver nossa ­contribuição ­nas histórias de empregados que queriam mais da vida e decidiram buscar seus objetivos. Isso é apenas uma ­amostra do impacto ­positivo que a ­educação ­pode ­provocar ­na ­vida das ­pessoas”,­ destaca o presidente ­da ­Fundação Aperam ­Acesita, Venilson ­Vitorino.

Compartilhar: