Revista Espaço

Verde em toda parte

Inox da Aperam South America dá ar de modernidade e colabora para que projeto do novo estádio do Palmeiras seja ainda mais sustentável14

De Fortaleza (CE) a São Paulo (SP), são quase 3.000 quilômetros. Mas apesar da distância, essas cidades guardam algo em comum. Até o fim de março de 2014, as duas terão estádios com fachada em inox. O primeiro, inaugurado em janeiro de 2013, foi o estádio cearense Plácido Castelo, mais conhecido como Castelão. Agora, os paulistas aguardam a conclusão da obra que vai transformar o Palestra Itália em Allianz Parque.

A Aperam fornecerá para o projeto 210 toneladas do inox K442B, o mesmo empregado no Castelão. Dessa vez, a fachada combinará chapas planas, perfuradas pela empresa Permetal, e tubos fabricados pela Aperam Inox Tubos Brasil. A empresa Hunter Douglas também está envolvida no projeto. “A decisão do cliente levou em conta a resistência do inox, o baixo custo de manutenção, a beleza e o aspecto de inovação. Além de tudo, o material é 100% reciclável e contribui para que a obra tenha certificação ambiental”, avalia o consultor de Negócios e Relações Institucionais da Aperam, Marco Aurélio Fuoco.

Para a construção do Allianz Parque, além da escolha do inox, o cuidado com as questões ambientais também esteve presente no remanejamento das árvores do terreno e no reaproveitamento de concreto. A cor verde, que faz referência à sustentabilidade e caracteriza o Palmeiras, domina a cena, do gramado aos camarotes e bancos. “A obra certamente vai trazer visibilidade internacional para o inox da Aperam, com destaque reforçado pelo design moderno do projeto, assinado pelo arquiteto Edo Rocha. Servirá de inspiração a outros arquitetos para inserção do material em novos trabalhos”, acredita Marco Aurélio Fuoco.


Mudanças no antigo Palestra

Além de um novo nome, o estádio que, tradicionalmente, recebe os jogos do Palmeiras, ganhará quase 20 mil novos lugares e, com isso, passa a ter capacidade para 45 mil pessoas. Outros números, também, comprovam como o projeto foi pensado para atender às exigências da Federação Internacional de Futebol (FIFA):

  • 15 elevadores e três escadas rolantes;
  • 160 camarotes para 2.800 pessoas;
  • 1.000 profissionais poderão utilizar a área de imprensa;
  • 2.000 vagas no estacionamento;
  • 1.500 pessoas poderão participar de eventos no centro de convenções;
  • 12.000 lugares no anfiteatro.
Compartilhar: