Revista Espaço

Cura pelos semelhantes

Informações sobre homeopatia transformam a realidade de quem participa do curso sobre o tema

Plantas com verde mais vivo. Assim está a casa da farmacêutica Cristiane Gomes, desde que conheceu a homeopatia. Há quatro anos vivendo no Vale do Aço, ela conta que sabia pouco sobre esse ramo da medicina. Isso mudou após a participação na segunda edição do curso sobre o tema, oferecido no Centro de Educação Ambiental da Aperam South America – Oikós. “Quando fazia a faculdade de Farmácia, não tive a oportunidade de estudar o assunto. Um dia, escutei no rádio que o curso estava com inscrições abertas e fiquei curiosa”, lembra.

Com a chance de fazer uma atividade para mudar a rotina, dedicou-se às aulas que incluíam teoria, prática, experimentos e, principalmente, troca de experiências entre os estudantes. Viu, de maneira concreta, como substâncias que causam determinada alteração no organismo podem, se utilizadas na dosagem correta, curar os mesmos males que provocam, de acordo com a Lei dos Semelhantes que rege a homeopatia. “O aprendizado é muito rico. Passei a entender que quando você tem uma dor de cabeça, por exemplo, mais importante do que curar um sintoma é entender que ele indica que algo não está bem com o seu corpo”, avalia.

Resultado de uma parceria entre a Fundação Aperam Acesita, o Instituto Vita e o Departamento de Fitotecnia da Universidade Federal de Viçosa, o curso é destinado para um grupo diverso de pessoas: agricultores, alunos do ensino médio, profissionais que desejam atuar na área e outros. Esse é um dos ingredientes que contribui para a qualidade do conhecimento oferecido, conforme aponta Juliana Jácome, coordenadora de Projetos da Fundação. “Muitas pessoas da região se interessam pelo tema, mas precisavam ir a outras localidades para receber a capacitação. O curso trouxe essa proximidade oferecendo, ao mesmo tempo, conteúdo trazido por uma instituição de referência”, avalia.


Para encontrar o equilíbrio

27

Curso de homeopatia do Centro de Educação Ambiental da Aperam South America – Oikós chega a sua terceira edição

Ao caminhar pela rua, todos estão sujeitos a alguma situação inesperada como um tropeço, por exemplo. Se comparados com o trajeto percorrido na vida, esses deslizes imprevistos equivaleriam, de acordo com o aposentado Crescêncio Dantas Cardoso, a situações em que a saúde de alguém pede ajuda. Essa metáfora explica como ele vê a oportunidade de utilizar a homeopatia para auxiliar os outros. “Essa ciência e a Fitoterapia me permitiram ajudar pessoas que estavam sofrendo com alguns problemas, inclusive emocionais”, conta.

Participante de duas edições do curso, ele também pesquisa em livros e na internet e garante que isso o ensina a se conhecer melhor. “Gostei tanto da oportunidade que acho fundamental que todos façam pelo menos o primeiro módulo para saber o que são mitos e verdades sobre a Homeopatia. Os benefícios são inúmeros”, analisa.

Compartilhar: