Revista Espaço

Ao lado da Capela

Cidade centenária mantém características do seu passado, sem perder as oportunidades de desenvolvimento

23

O córrego Areião serviu praticamente como maternidade para o município de Capelinha, no Vale do Jequitinhonha (MG). O riacho abrigou, em sua cabeceira, uma fazenda onde foi construída a Capela de Nossa Senhora das Graças. Em volta, outras propriedades se formaram e as pessoas da região, com o tempo, adotaram para o local o nome dado à igreja. Cortando palavras e colocando o diminutivo, virou Capelinha.

A cidade, que, no dia 24 de fevereiro, completou 100 anos, viu a chegada da Aperam Bioenergia, na década de 1970, trazer muitas mudanças em sua estrutura e na vida dos capelinhenses.

Domingos Alves Cordeiro, por exemplo, deixou o trabalho nas lavouras para se dedicar à função de vigilante na Empresa, há 32 anos. “Daquele tempo para cá, a cidade recebeu asfalto, ganhou infraestrutura e oportunidades de emprego. Além disso, não perdeu características importantes. As pessoas aqui, dentro e fora da Empresa, tratam-se com muito respeito, são amáveis. O ambiente é muito tranquilo”, comenta.


Quase 40 anos juntas

Capelinha possui grande parte da população do Vale do Jequitinhonha. A economia da cidade cresceu consideravelmente nos últimos anos, em boa parte devido aos investimentos nas culturas de grãos e de Eucalipto, foco da Bioenergia. Para aproximar à comunidade da Empresa, a Aperam Bioenergia convida a população a visitar sua sede e conhecer, de perto, a silvicultura. “Ao longo dos anos conseguimos estabelecer um relacionamento com base na valorização, seja dos moradores, dos empregados que podem crescer na carreira com o próprio esforço, dos prestadores de serviço da região e, principalmente, do meio ambiente”, analisa o gerente da área de Carvão, Clênio Lamounier.

No Vale do Jequitinhonha, a Aperam Bioenergia também atua nas cidades de Itamarandiba,Veredinha, Turmalina e Minas Novas com o mesmo foco no desenvolvimento sustentável. Na área cultural, apoia festas e manifestações para valorizar os trabalhos desenvolvidos localmente. No campo da educação, o projeto Capacitar traz a oportunidade para que os empregados concluam os Ensinos Fundamental e Médio.

Compartilhar:
Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin
Menu

Clique no botão de edição para alterar esse texto. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.