Revista Espaço

Novas possibilidades

Fundação Aperam Acesita prepara instituições de Timóteo para pleitear e receber recursos federais

17

Fundação Aperam Acesita capacita instituições de Timóteo para buscar recursos federais

O Governo Federal criou, há quatro anos, o Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse (Siconv), com o objetivo de descentralizar a gestão de recursos públicos e possibilitar, de maneira igualitária, o acesso a entidades públicas e privadas de todo o país. Focada em garantir às instituições de Timóteo e região maiores chances de conquistar tais recursos, a Fundação Aperam Acesita realizou, em novembro, curso teórico e prático sobre o Siconv. Iniciativa que coloca em prática uma das premissas da Fundação, como explica a coordenadora de Projetos, Neide Barbosa Morais Alvarenga. “Nossa ideia é oferecer a essas organizações instruções para o seu cadastramento no portal e a correta inscrição dos projetos. Os critérios de seleção são rigorosos, mas ao prepararmos os grupos para essa seleção, garantimos que eles tenham as mesmas chances que as demais instituições”, ressalta.

A facilitadora do curso, Rosana Pereira, viaja por todo o Brasil palestrando sobre o Siconv. Ela é uma das multiplicadoras oficiais do Sistema, habilitada pelo Ministério do Planejamento. Para a palestrante, o preparatório é uma iniciativa de grande importância. “Desde o lançamento do Siconv, em setembro de 2008, muitas entidades buscam informações para captarem recursos federais. Entretanto, é um sistema complexo, que demanda conhecimento de seus fundamentos e capacitação para utilizá-lo. O curso ajuda as entidades a adaptarem seus projetos às demandas federais e competirem por essas verbas com melhores chances”, destaca.

Segundo Neide, o curso preparatório é ainda uma complementação das ações do Edital de Projetos, promovido no primeiro semestre, pela Fundação Aperam Acesita. “Por meio da capacitação para o Siconv, possibilitamos às organizações que não foram agraciadas pelo edital, o acesso a informações e orientações que podem contribuir para a ampliação das oportunidades de captação de recursos”, destaca.

As instituições que participaram do edital já haviam feito a elaboração de um projeto. A ideia era que elas pudessem adaptar algumas informações para se inscreverem no Sistema, seguindo as orientações da palestrante. Nesse sentido, as organizações tiveram a oportunidade de se credenciar no portal. No caso daquelas que já estavam credenciadas, mas que apresentavam alguma pendência, houve a possibilidade de adaptação para atender aos critérios do Siconv. Agora, com o credenciamento correto dos projetos, as entidades estão habilitadas para as próximas etapas do Sistema.


Em sintonia

Em sintonia A Associação dos Agricultores Familiares do Córrego do Celeste e região do Vale do Aço, na zona rural de Timóteo, participou, ao longo do ano, de diversas oportunidades de capacitação e desenvolvimento de projetos. Em novembro, foi a vez da Associação se inscrever no Siconv. Para a presidente do grupo, Marlene Imaculada Carlos, receber verbas federais vai ampliar o alcance das ações já realizadas na região. “Com o curso, estaremos mais preparados para conquistar esses recursos”, vislumbra.

Compartilhar:
Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin
Menu

Clique no botão de edição para alterar esse texto. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.