Revista Espaço

Sustentabilidade entra em casa

Seminário do programa Andanças ensina a tornar o­ ambiente ­familiar ­mais ­econômico ­e responsável

20

Participantes do seminário aprendem a montar uma pequena horta domiciliar

Para a Aperam South America, a sustentabilidade deve guiar não só a sua dinâmica diária de produção, mas também a sua atuação nas comunidades, promovendo o­ desenvolvimento ­socioeconômico ­das regiões­ onde­ está ­inserida. ­Mas ­e­ se­ esse conceito de sustentabilidade, tão recorrente no universo empresarial, pudesse ser praticado na rotina familiar de cada um?

Essa é a pergunta que motivou as discussões ­do ­18º seminário­“ Jornadas ­para uma ­Vida­ Sustentável”, ­promovido­ pela Associação dos Aposentados e Pensionistas de­ Timóteo,­ em­ parceria ­com ­a Fundação Aperam Acesita, no início de outubro. O evento é parte do calendário do Programa Andanças, que visa à integração social de idosos por meio de atividades com foco em saúde, cultura, capacitação e lazer.

Durante ­cinco ­dias, ­mais­ de­ 500­ pessoas,­ de toda a comunidade, participaram de atividades com o objetivo de propor alternativas para tornar a dinâmica familiar ­mais ­econômica ­e ­responsável.­ O ­curso ­se­ dividiu­ em ­três módulos:­ Alimentação Saudável, Gestão Financeira/ Consumo ­Consciente ­e ­Cultivo ­de ­Horta.­ “O desenvolvimento das regiões em que a Empresa está inserida passa pelo desenvolvimento das pessoas que ali vivem. Ao incentivarmos uma gestão financeira, o consumo consciente e o contato direto com a natureza, estamos colaborando para que ­esse ­objetivo ­seja ­alcançado”,­ destaca Venilson Vitorino, presidente da Fundação Aperam Acesita.

“A proposta era possibilitar que os participantes vivenciassem todo o conteúdo transmitido, para que, de maneira prática, eles pudessem internalizar e multiplicar as informações”,­detalha­ a ­coordenadora ­de projetos ­da ­Fundação,­ Márcia­ Ferreira.­

Para­ Maria­ Perpétua ­de ­Melo, participante do programa Andanças há 15 anos, os temas abordados são muito importantes para adquirir hábitos mais saudáveis. “Eu me preocupo bastante com minha alimentação. Gostei muito das palestras e atividades sobre horta­ domiciliar”,­ conta.

Também­ participante ­do Andanças, ­Cór Maria­ das ­Graças­ Silva ­pretende ­levar­ o ­que aprendeu no seminário para outro projeto da Fundação Aperam Acesita, o Construindo o Saber, onde atua como educadora voluntária. “Além de ensinar pessoas da terceira idade a ler e escrever, nós buscamos realizar outras atividades que podem proporcionar aprendizado para os participantes. Acredito que os temas abordados no seminário serão de­ grande­ interesse para ­meus ­alunos”,­ afi­rma.

 

Compartilhar:
Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin
Menu

Clique no botão de edição para alterar esse texto. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.