Revista Espaço

O mercado da vez

Superioridade­ técnica ­e ­econômica ­do ­inox­ é destaque na Fenasucro, maior evento do setor sucroalcooleiro no país

Condensadores, lavadores de gás, cambotas, mesas alimentadoras, esteiras metálicas, condutores de bagaço. Esses equipamentos característicos das indústrias produtoras de açúcar e álcool que exigem materiais com alto nível de resistência ao desgaste e corrosão vêm, pouco a pouco, ganhando nova cara, com a opção das usinas pelo uso do aço inoxidável em substituição ao aço ao carbono.

“O inox apresenta o melhor custo benefício para algumas etapas do processo de fabricação sucroalcooleiro por sua alta durabilidade e baixa perda de espessura em relação­ ao aço-carbono”,­explica­ o­ pesquisador de Aços Inoxidáveis da gerência executiva de Pesquisa da Aperam South America,­ Joner ­Alves.

No setor, o uso envolve, principalmente, o ­aço ­K03­ (410D), ­de ­excelente ­resistência à corrosão e abrasão. “Os resultados comprovam, de forma significativa, a superioridade­ técnica ­e ­econômica ­do ­uso do ­inox ­no ­setor­ sucroalcooleiro”,­ destaca o engenheiro de Aplicação da Empresa, Lúcio­ Bailo.­ O ­material­ permite ­o ­aumento do tempo de safra e a redução de paradas dos equipamentos para manutenção, resultando em mais segurança no trabalho, redução de custos no processo final e produtos de melhor qualidade e eficiência térmica.

Para abastecer o mercado em expansão, a Aperam tem investido na pesquisa e viabilização de novas aplicações para o K03.­ O­ produto ­vem ­sendo ­testado,­ por exemplo, em calhas de vedação para rolo de moenda, trilhos do carro de transporte de açúcar, chapas da mesa alimentadora de cana, curvas dos economizadores de caldeira,­ entre outros.­“Para­2013,­devemos comercializar aproximadamente 18 mil toneladas de inox, em planos e tubos para o setor sucroenergético, nos aços K03,­ K39MD,­ K44 ­e ­austeníticos”,­projeta o ­gerente ­executivo ­de­ Desenvolvimento ­de ­Mercado ­e Assistência­ Técnica,­ Roberto­ Guida.


Vitrine qualificada

As vantagens que o aço inoxidável leva para as usinas de açúcar e álcool foi tema das apresentações que a Aperam South America fez durante a 20ª edição da Fenasucro & Agrocana. O evento reuniu representantes de usinas e empresas fabricantes, além de fornecedoras de equipamentos, produtos e serviços, para demonstrar e discutir as tendências e novidades do setor sucroenergético.

3

Estande da Aperam montado na Fenasucro foi onde equipe da Aperam recebeu profissionais e clientes interessados

No estande da Aperam, pesquisadores, engenheiros de aplicação e analistas de negócios conversaram com profissionais e clientes sobre o uso do inox nas usinas e destacaram as novas aplicações em lavadores de gases e em colunas de sulfitação, processo químico fundamental para a produção. “A Fenasucro é muito importante para a Aperam, pois é um ótimo momento para reforçar o relacionamento com nossos clientes, fazer contatos comerciais, trocar informações e tecnologias e discutir novas oportunidades para o inox, além de conhecer as inovações do ­setor­ e ­expor ­nossos­ produtos”,­ afi­rma Roberto­ Guida.

Realizada­ entre ­os ­dias ­28 ­e­ 31 ­de agosto, a edição 2012 da Fenasucro foi promovida no Centro de Eventos Zanini, em­ Sertãozinho ­(SP), município­ que,­ ao lado ­de ­Ribeirão ­Preto,­ é ­importante ­polo sucroalcooleiro, com grande parte da tecnologia e conhecimento para inovação e manutenção do setor.

“Este ano, em especial, tivemos uma ótima visitação em nosso estande, o que demonstra que o aço inoxidável é cada vez mais visto como solução, e não custo. Antevemos projetos para a próxima entressafra, com boas novidades e perspectivas”,­conclui ­Guida.

Compartilhar:
Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin
Menu

Clique no botão de edição para alterar esse texto. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.