Revista Espaço

Novos rumos para o inox

Perspectivas, soluções e tendências para a cadeia produtiva do aço inoxidável são discutidas pela Aperam em feira nacional

Com previsões de crescimento do consumo e aumento da demanda de inox no Brasil e no mundo, a Feira de Tecnologia de Transformação do Aço Inox (Feinox) chegou à sua quinta edição em outubro, reunindo profissionais e empresas que atuam no setor para discutir novos negócios e trocar informações sobre pesquisa, produção e prestação de serviços.

“A Feinox contribui para a divulgação do inox no país, com a apresentação de produtos, serviços e inovações tecnológicas. É uma importante oportunidade para as empresas que atuam como expositores”, afirma Marco Fuoco, consultor de Negócios e Relações Institucionais da Aperam.

Como maior fabricante nacional de aços inoxidáveis planos, a Aperam South America marcou presença no evento, apresentando sua linha completa de produtos para os mercados de óleo e gás, açúcar e álcool, construção civil, automotivo, linha branca, saúde e alimentação, utilidades domésticas e produção de tubos. No estande da Empresa, analistas de negócios, engenheiros de aplicação e pesquisadores foram responsáveis por receber os visitantes e esclarecendo dúvidas sobre os produtos e suas aplicações.

“A Aperam tem um portfólio diversificado e pronto para suprir às demandas dos diferentes setores. Outro diferencial é a pró- atividade no desenvolvimento de mercado, com foco contínuo em novos produtos e aplicações”, reforça o gerente executivo de Desenvolvimento de Mercado e Assistência Técnica, Roberto Guida.


Na teoria e na prática

Simultaneamente à Feinox, foi realizado o XI Seminário Brasileiro do Aço Inoxidável, importante fórum de discussões entre especialistas da indústria e da área acadêmica sobre a produção e aplicação do material, com destaque para projetos do setor petrolífero e de infraestrutura da Copa 2014 e das Olimpíadas 2016.

O seminário é uma forma de evidenciar a presença do aço inoxidável, estimulando o uso do material no mercado brasileiro, como ressalta um dos autores de trabalhos, o pesquisador da Aperam, Joner Alves. “O Brasil possui consumo de, aproximadamente, 1,8 kg de inox por habitante, volume muito inferior ao registrado nos EUA, na Europa e em alguns países da Ásia, onde o consumo chega a 40 kg por pessoa. Estamos empreendendo um intenso trabalho para alavancar esse volume e a participação em eventos como a Feinox é fundamental nesse processo”, diz.

O evento também contou com apresentações de artigos técnicos sobre a fabricação e emprego do aço inoxidável, incluindo palestras de profissionais da Aperam e dos renomados arquitetos Edo Rocha, referência para o uso do produto, e de Marc Duwe, autor dos projetos das estações de metrô da linha 4 (amarela) de São Paulo, que contam com inox produzido pela Empresa.

Compartilhar: