Revista Espaço

Ingrediente certo para uma vida mais saborosa

Empregados da Aperam dedicam-se à culinária nas horas vagas­ e ­garantem:­ cozinha também é lugar de homem

17

Augusto Pompílio e Paulo Sérgio de Oliveira gostam de cozinhar para amigos e familiares

Uma das máximas populares mais conhecida s­em­ Minas­ Gerais­ diz­ que,­ para ­se conhecer um bom mineiro, é preciso ir até a sua cozinha. Não é coincidência, portanto, que essa seja a parte da casa preferida do operador ­de­ Laminador­ de­ Tiras ­II ­da­ Usina­ de Timóteo,­ Paulo ­Sérgio ­de Oliveira.­

Desde ­criança,­ ele ­é­ apaixonado ­pela arte de misturar ingredientes e temperos. Acostumado com a casa cheia – Paulo tem seis irmãos –, aprender as diferentes tarefas do lar sempre foi algo necessário para ele. “Minha ­mãe ­precisava ­de ­nossa ­ajuda. ­Éramos muitos e havia muito trabalho a ser feito. Por isso,­ aprender ­a ­cozinhar ­foi­ quase­ natural”,­ comenta o operador.

Com o passar do tempo, as habilidades na cozinha evoluíram e preparar pratos passou de tarefa quase obrigatória a um prazer. “Cozinhar é uma terapia para mim. É uma coisa que me deixa realmente feliz e, depois de pronto, ainda posso compartilhar com as pessoas­ que ­eu ­gosto”, ­ressalta ­Paulo.­

Sobre as preferências, o chef amador não esconde:­“Minha especialidade ­são ­os ­peixes.­ Gosto ­de ­participar ­de ­todo ­o ­processo:­ pesco,­ limpo ­e­ preparo­ o ­prato.­ Modéstia­ à ­parte, ­meu salmão ao molho de alcaparras sempre faz sucesso”,­ afi­rma ­o ­operador.

Confraria culinária

O ­assistente­ técnico ­da ­área­ de ­TI,­ Augusto Pompílio, faz parte, há sete anos, da­ Confraria­ 13, ­grupo­ de­ amigos ­que se reúne para cozinhar, apreciar pratos e vinhos.­“ Quando­ formamos­ a­ Confraria­ 13,­ assumimos uma espécie de compromisso de vivenciar esse hobby”,­explica­ Augusto.

Os integrantes cozinham para eles mesmos e para as esposas. Além disso, viajam para diferentes lugares a fi m de experimentar receitas e conhecer novos sabores. Segundo Pompílio, isso é importante para ­desenvolver ­habilidades ­na­ cozinha:­ “Entender o sabor de cada ingrediente nos torna mais críticos. Nesse sentido, conseguimos saber exatamente o que usar para provocar diferentes sensações com nossas ­receitas”,­ comenta.

Pompílio enumera outras vantagens de­ pilotar ­um­ fogão­ com ­destreza:­ “Minha­ esposa ­brinca­ que ­a­ conquistei pelo­ estômago.­ Além ­disso, cozinhar me aproxima das pessoas. Sempre que faço um prato, penso em quem vai experimentá-lo. É relaxante e, ao mesmo tempo,­estimulante”, garante.

Compartilhar:
Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin
Menu

Clique no botão de edição para alterar esse texto. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.