Revista Espaço

Ingrediente certo para uma vida mais saborosa

Empregados da Aperam dedicam-se à culinária nas horas vagas­ e ­garantem:­ cozinha também é lugar de homem

17

Augusto Pompílio e Paulo Sérgio de Oliveira gostam de cozinhar para amigos e familiares

Uma das máximas populares mais conhecida s­em­ Minas­ Gerais­ diz­ que,­ para ­se conhecer um bom mineiro, é preciso ir até a sua cozinha. Não é coincidência, portanto, que essa seja a parte da casa preferida do operador ­de­ Laminador­ de­ Tiras ­II ­da­ Usina­ de Timóteo,­ Paulo ­Sérgio ­de Oliveira.­

Desde ­criança,­ ele ­é­ apaixonado ­pela arte de misturar ingredientes e temperos. Acostumado com a casa cheia – Paulo tem seis irmãos –, aprender as diferentes tarefas do lar sempre foi algo necessário para ele. “Minha ­mãe ­precisava ­de ­nossa ­ajuda. ­Éramos muitos e havia muito trabalho a ser feito. Por isso,­ aprender ­a ­cozinhar ­foi­ quase­ natural”,­ comenta o operador.

Com o passar do tempo, as habilidades na cozinha evoluíram e preparar pratos passou de tarefa quase obrigatória a um prazer. “Cozinhar é uma terapia para mim. É uma coisa que me deixa realmente feliz e, depois de pronto, ainda posso compartilhar com as pessoas­ que ­eu ­gosto”, ­ressalta ­Paulo.­

Sobre as preferências, o chef amador não esconde:­“Minha especialidade ­são ­os ­peixes.­ Gosto ­de ­participar ­de ­todo ­o ­processo:­ pesco,­ limpo ­e­ preparo­ o ­prato.­ Modéstia­ à ­parte, ­meu salmão ao molho de alcaparras sempre faz sucesso”,­ afi­rma ­o ­operador.

Confraria culinária

O ­assistente­ técnico ­da ­área­ de ­TI,­ Augusto Pompílio, faz parte, há sete anos, da­ Confraria­ 13, ­grupo­ de­ amigos ­que se reúne para cozinhar, apreciar pratos e vinhos.­“ Quando­ formamos­ a­ Confraria­ 13,­ assumimos uma espécie de compromisso de vivenciar esse hobby”,­explica­ Augusto.

Os integrantes cozinham para eles mesmos e para as esposas. Além disso, viajam para diferentes lugares a fi m de experimentar receitas e conhecer novos sabores. Segundo Pompílio, isso é importante para ­desenvolver ­habilidades ­na­ cozinha:­ “Entender o sabor de cada ingrediente nos torna mais críticos. Nesse sentido, conseguimos saber exatamente o que usar para provocar diferentes sensações com nossas ­receitas”,­ comenta.

Pompílio enumera outras vantagens de­ pilotar ­um­ fogão­ com ­destreza:­ “Minha­ esposa ­brinca­ que ­a­ conquistei pelo­ estômago.­ Além ­disso, cozinhar me aproxima das pessoas. Sempre que faço um prato, penso em quem vai experimentá-lo. É relaxante e, ao mesmo tempo,­estimulante”, garante.

Compartilhar: