Revista Espaço

Palco aberto para os talentos

Projeto Ponto da Música oferece visibilidade a artistas da Empresa e da comunidade

27

Cantora Mariana Rodrigues foi uma das atrações da última edição do Ponto da Música

A cada dois meses, o projeto Ponto da Música, da Fundação Aperam Acesita, abre as portas do Centro Cultural para apresentações de bandas e músicos de Timóteo e região. A iniciativa tem como principal proposta a divulgação e valorização da produção musical local, oferecendo oportunidades para que eles possam demonstrar os seus talentos.

Segundo a coordenadora de projetos, Marilene ­de ­Lucca, ­além ­do­ espaço para os shows, a Fundação oferece toda a infraestrutura, equipe técnica e bilheteria, se o artista quiser cobrar pela performance. “O show é divulgado em nossa agenda bimestral e na mídia local, o que dá visibilidade aos participantes”, completa.

O pianista Breno Silva, de 19 anos, apresentou-se­ na primeira­ edição ­do ­Ponto da Música, em março, com sua banda Negro ­Gato. ­“Aquele ­palco ­aconchegante e o ambiente de teatro eram justamente o que nós estávamos procurando. E o público presente também foi muito bom”, destaca.

Para o jovem músico, a emoção foi ainda maior quando soube que poderia utilizar o ­piano ­de ­cauda ­da ­Fundação.­“ É­ um instrumento pouco acessível e eu nunca havia­ tido­ a chance­ de tocá-lo­ publicamente.­ Foi uma experiência incrível”, conta.

Colega de banda de Breno, o guitarrista e violonista Cris Fernandes gostou tanto que decidiu repetir a dose e buscou novamente o apoio do projeto, dessa vez com o conjunto Trio Pau e Cordas. “O Ponto da Música é uma iniciativa muito importante para incentivar a produção cultural da nossa região. Fico feliz em ver que a Empresa onde trabalho oferece esse espaço para empregados e comunidade”, afirma o músico, que também é operador ­na ­Laminação­ de­ Aços ­Elétricos­ da Aperam South America.

Com três edições realizadas, o Ponto da Música já recebeu as bandas Negro Gato,­Trinca­ de ­Bares, ­Ministério­ Grato Soul, Naamã, Trio Pau e Cordas e a cantora Mariana­ Rodrigues.­ A ­próxima­ edição ­está­ prevista para 29 de setembro, com a Banda Novidade, formada por empregados da Aperam,­ e­ a ­cantora Dêna­ Guimarães.

Para saber mais sobre o projeto ou cadastrar o seu trabalho, entre em contato com ­a­ equipe­ do ­Centro­ Cultural­ pelo ­3849- 7744­ ou ­no­ inox.fundacao@aperam.com.

28

Fundação abre portas do seu teatro e oferece toda a infraestrutura para artistas da região mostrarem seus talentos, como o Trio Pau e Cordas


Visão do negócio

Em­ parceria ­com ­o ­Sebrae-MG,­ a Fundação Aperam Acesita está à frente de outra iniciativa focada no estímulo à produção cultural da região. O projeto Empreendedorismo Cultural em Coronel Fabriciano e Timóteo, que conta com o apoio das duas prefeituras, investe na profissionalização de grupos artísticos das cidades, introduzindo conceitos de mercado e gestão.

No primeiro semestre, houve palestras sobre “Empreendedorismo rumo ao próprio negócio” e “Empreendedor Individual”, além de oficina sobre “Plano de negócios”. “O projeto teve boa aceitação e os participantes estão muito envolvidos. Para o segundo semestre já estão programados os cursos Elaboração de “Projetos” e “Nosso Negócio é Música”, “Gestão e­ Produção ­Cultural”,­ além­ de um seminário sobre economia criativa, comenta ­Marilene ­de ­Lucca.

Compartilhar:
Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin
Menu

Clique no botão de edição para alterar esse texto. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.