Revista Espaço

Inox também é arte

Tiras reaproveitadas do material são utilizadas em exposição artística contemporânea

21

Rafael Cabral confeccionou peças com inox da Aperam South America para a sua primeira exposição artística

O produto que sai das Usinas da Aperam South America para fazer parte de inúmeras indústrias e equipamentos ao redor do mundo, ganha um destino diferente nas mãos do artista timotense, Rafael Cabral, que produz obras de arte com o inox.

Para a confecção das peças, Rafael reaproveita tiras de aço inoxidável geradas no processo de acabamento dos produtos da Usina. Esse material, cedido pela Aperam South America, é geralmente separado como sucata dentro da própria Empresa, retornando ao processo produtivo como matéria prima para os fornos elétricos da Aciaria.

“O inox é mais conhecido por sua aplicação utilitária, mas ele também pode ser aproveitado de forma artística”, ressalta Rafael. “As tiras que utilizo, por exemplo, são bastante maleáveis e podem ser manuseadas com facilidade. Além disso, sua capacidade de reflexão é muito alta, o que dá uma aparência diferenciada às obras”, completa.

A primeira exposição solo do jovem artista tem feito sucesso no Centro Cultural da Fundação Aperam Acesita. O trabalho, composto por seis instalações, algumas delas interativas, foi construído com o objetivo de proporcionar ao visitante uma experiência artística sensorial. “A ideia é que as pessoas possam intervir em algumas peças, fazendo com que elas se modifiquem ao longo da exposição. Dessa forma, espero valorizar características ‘orgânicas’ e ‘mutáveis’ da obra”, explica Rafael.

A mostra fica aberta a visitações até o dia 15 de julho. Para a coordenadora de projetos da Fundação Aperam Acesita, Marilene de Lucca, as peças apresentadas vão surpreender positivamente o público. “Elas são diferentes, dinâmicas e contemporâneas. É muito interessante ver a reação das pessoas”, revela.

Compartilhar: