Revista Espaço

De pai para filho

Duas histórias de amor à música inspiradas pelo exemplo paterno

12

Integrante de duas bandas, Edílson Nogueira tem o trompete como companheiro fiel desde os 11 anos

Uma das lembranças mais marcantes da infância de Marcelino Gomes é o som do pai Jonas ao violão. Para o preparador de cargas de Alto-Forno, a paixão pela música nasceu daqueles momentos de convivência familiar. No entanto, o desejo de aprender a tocar só se transformou em realidade em 1979. Naquele ano, Marcelino começou a trabalhar na Empresa e só aí comprou o seu primeiro instrumento: um violão. “Realizei meu sonho assim que tive o meu dinheiro. Desde então, a música passou a ser onipresente na minha vida”, afirma.

Os primeiros instrumentos foram o violão e a guitarra. Em seguida, vieram o teclado e o saxofone. Ao longo dos anos, Marcelino apresentou-se em bares e casas de show. Hoje, ele faz parte do grupo musical da Igreja de São Sebastião, de Timóteo, e, ao lado de Wellington Madureira e José Raimundo Santos, colegas do setor de Redução no Alto-Forno 1, integra a banda Novidade, que anima e agita as confraternizações e eventos da Empresa.


11

“A música é onipresente na minha vida”, afirma Marcelino Gomes, preparador de cargas de Alto-Forno

Rotina musical

Foi por influência paterna que a música também entrou na vida do assistente técnico de Automação, Edílson Nogueira. Ao lado do pai José Argemiro, entrou, aos 11 anos, para a banda que estava sendo formada em sua cidade natal, Bom Jesus do Galho (MG). Nas primeiras aulas, conheceu o trompete e a afinidade foi imediata. “O professor me mostrou o instrumento. Gostei do som e me adaptei à maneira de tocá-lo”, conta.

Atualmente, o assistente técnico faz parte de duas bandas, com rotina marcada por quatro ensaios semanais e apresentações durante os finais de semana, em bailes, festas e eventos. Somando à atividade profissional, sobra pouco tempo livre, mas ele não reclama. “A música é um prazer que me acompanha aonde vou. O palco e os ensaios são momentos de relaxamento e lazer para mim”, afirma.

Compartilhar: